ir para o conteúdo
 • 

Patrocinado por

Você está em Notícias > Política

Sem votar MP, Senado adia discussão de projeto que tipifica terrorismo

Proposta era o terceiro item da pauta de votações desta terça, mas Casa não realizou nenhuma votação

11 de fevereiro de 2014 | 19h 49
Ricardo Brito - Agência Estado

Brasília - Os senadores usaram o trancamento da pauta do plenário como justificativa para adiar a discussão do projeto que tipifica o crime de terrorismo. Na segunda-feira, 10, logo após o anúncio da morte cerebral do cinegrafista da TV Bandeirantes, Santiago de Andrade, atingido na cabeça por um rojão durante a cobertura de uma manifestação no Rio de Janeiro, parlamentares defenderam que os black blocs fossem enquadrados como terroristas. Nesta terça-feira, 11, contudo, recuaram.

O projeto de terrorismo constava como terceiro item da pauta. O líder do PMDB no Senado, Eunício Oliveira (CE), foi designado relator da proposta e, pelo acordo, os parlamentares devem votá-la em duas semanas. Outro ponto do acerto entre os líderes é que eles devem aprovar um requerimento de urgência, a fim de que a matéria não precise tramitar em comissões.

O Senado tinha um acordo para votar nesta terça a Medida Provisória 626/2013, que concede crédito extraordinário de R$ 2,5 bilhões para o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). A MP era o primeiro item da pauta, mas nada foi votado pelo plenário do Senado.

O segundo item da pauta não era do agrado do governo: uma proposta de emenda à Constituição (PEC), de autoria do presidente do DEM, senador Agripino Maia (RN), que obriga que a criação de ministérios precisa ser aprovada por projeto de lei complementar. A gestão Dilma Rousseff criou duas pastas por medida provisória, prática que, se a PEC for aprovada, seria proibida.






Estadão PME - Links patrocinados

Anuncie aqui

Siga o Estadão

"Relatório foi omisso", admite Gabrielli

  • "Relatório foi omisso", admite Gabrielli
  • Pré-candidato do PV vai ao trabalho de bicicleta
  • Cerveró discorda que Pasadena era mau negócio



Você já leu 5 textos neste mês

Continue Lendo

Cadastre-se agora ou faça seu login

É rápido e grátis

Faça o login se você já é cadastro ou assinante

Ou faça o login com o gmail

Login com Google

Sou assinante - Acesso

Para assinar, utilize o seu login e senha de assinante

Já sou cadastrado

Para acessar, utilize o seu login e senha

Utilize os mesmos login e senha já cadastrados anteriormente no Estadão

Quero criar meu login

Acesso fácil e rápido

Se você é assinante do Jornal impresso, preencha os dados abaixo e cadastre-se para criar seu login e senha

Esqueci minha senha

Acesso fácil e rápido

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Cadastre-se já e tenha acesso total ao conteúdo do site do Estadão. Seus dados serão guardados com total segurança e sigilo

Cadastro realizado

Obrigado, você optou por aproveitar todo o nosso conteúdo

Em instantes, você receberá uma mensagem no e-mail. Clique no link fornecido e crie sua senha

Importante!

Caso você não receba o e-mail, verifique se o filtro anti-spam do seu e-mail esta ativado

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Estamos atualizando nosso cadastro, por favor confirme os dados abaixo