Ir para o conteúdo
ir para o conteúdo
 • 
Você está em Notícias > Planeta

Início do conteúdo

Ministra destaca esforços do Brasil e pede contrapartida de nações ricas

Izabella Teixeira instou os países a aprovarem o segundo período do Protocolo de Kyoto

05 de dezembro de 2012 | 16h 05
Giovana Girardi - Enviada especial

DOHA - A ministra do Meio Ambiente do Brasil, Izabella Teixeira, se dirigiu nesta quarta-feira, 5, pela primeira vez à plenária da Conferência do Clima das Nações Unidas em Doha (Catar) e instou os países a aprovarem o segundo período do Protocolo de Kyoto, que disse ser a principal tarefa desta COP.

Izabella Teixeira também cobrou ajuda financeira - Fadi Al-Assaad/Reuters
Fadi Al-Assaad/Reuters
Izabella Teixeira também cobrou ajuda financeira

"É o nosso maior trunfo para garantir um forte regime contra as mudanças climáticas. É o que vai garantir a continuidade de um sistema multilateral, baseado em regras que asseguram a integridade ambiental de mitigação dos países desenvolvidos sob o protocolo", afirmou.

Em seu discurso de cerca de 8 minutos, Izabella buscou mostrar os esforços que o Brasil vem fazendo para atingir a meta de reduzir as emissões em pelo menos 36% em relação a um cenário tendencial projetado para as emissões em 2020. Destacou a redução do desmatamento de 83% desde 2004 e outras ações relativas à proteção da floresta. Mas reafirmou que, apesar das ações domésticas, é preciso vir dinheiro de fora para manter os projetos de mitigação e adaptação.

"Esse esforço nacional não elimina nem minimiza a necessidade de que a fonte dos financiamentos que apoiam as ações de países em desenvolvimento na área de mudança climática sejam os mecanismos de ajuda oficiais de países desenvolvidos", disse.

Para reduzir ainda mais a taxa de desmatamento e mantê-la baixa, por exemplo, é preciso investir no desenvolvimento sustentável da região, têm colocado os negociadores brasileiros.

A repórter viaja a convite da Convenção do Clima da ONU (UNFCCC)




Estadão PME - Links patrocinados

Anuncie aqui

Siga o Estadão




Você já leu 5 textos neste mês

Continue Lendo

Cadastre-se agora ou faça seu login

É rápido e grátis

Faça o login se você já é cadastro ou assinante

Ou faça o login com o gmail

Login com Google

Sou assinante - Acesso

Para assinar, utilize o seu login e senha de assinante

Já sou cadastrado

Para acessar, utilize o seu login e senha

Utilize os mesmos login e senha já cadastrados anteriormente no Estadão

Quero criar meu login

Acesso fácil e rápido

Se você é assinante do Jornal impresso, preencha os dados abaixo e cadastre-se para criar seu login e senha

Esqueci minha senha

Acesso fácil e rápido

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Cadastre-se já e tenha acesso total ao conteúdo do site do Estadão. Seus dados serão guardados com total segurança e sigilo

Cadastro realizado

Obrigado, você optou por aproveitar todo o nosso conteúdo

Em instantes, você receberá uma mensagem no e-mail. Clique no link fornecido e crie sua senha

Importante!

Caso você não receba o e-mail, verifique se o filtro anti-spam do seu e-mail esta ativado

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Estamos atualizando nosso cadastro, por favor confirme os dados abaixo