Ir para o conteúdo
ir para o conteúdo
 • 
Você está em Notícias > Planeta

Início do conteúdo

Noruega libera mais US$ 178 milhões para o Fundo Amazônia

Ministro da Noruega disse que o repasse se deu por conta da 'impressionante redução do desmatamento'

06 de dezembro de 2012 | 12h 04
Giovana Girardi, Enviada especial

DOHA - O governo da Noruega anunciou nesta quinta-feira, 6, em reunião com a ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, a liberação de mais US$ 178 milhões para o Fundo Amazônia. Este é o segundo desembolso do país como parte do compromisso de doar US$ 1 bilhão para o Brasil para a proteção de florestas. Com esse repasse, já foram empenhados cerca de US$ 650 milhões.

Bard Vegar Solhjell, ministro do Meio Ambiente da Noruega, disse que o novo repasse se deu por conta da "impressionante redução do desmatamento da Amazônia em 2011", que, segundo ele "representa uma gigante contribuição para a comunidade global em termos de redução das emissões de gases de efeito estufa". Também foi elogiada a disposição do Brasil de compartilhar a tecnologia de monitoramento e combate do desmatamento com outros países da Amazônia e que compõem a Bacia do Congo, a segunda maior floresta tropical do mundo.

A expectativa é que para meados do ano que vem, quando forem confirmadas as estatísticas deste ano, um novo repasse, ainda maior, deve ser feito, uma vez que ele é proporcional ao tamanho da redução do desmatamento - segundo o Instituto Nacional de Pesquisas Espacial (Inpe), na comparação com a taxa do ano passado, a queda foi de 27%.

Izabella afirmou que com essa nova verba será possível dar encaminhamento a 47 novos projetos do Fundo Amazônia. Além disso, diz, vai servir para ajudar na terceira fase do Programa de Combate ao Desmatamento (PPCDAm), e em ações de restauração da floresta desmatada.

O anúncio foi feito apenas alguns dias depois de os negociadores noruegueses na Conferência do Clima da ONU, que segue até o final da semana em Doha (Catar), terem pedido verificação externa das metas relacionadas à redução do desmatamento de países que têm floresta dentro do Redd. O Brasil, que tem um sistema interno de verificação com o Inpe e passa os resultados para checagem posterior da Convenção do Clima, foi contra. A liberação do repasse passou a sensação de que a questão foi superada.

A repórter viaja a convite da Convenção do Clima da ONU (UNFCCC).




Estadão PME - Links patrocinados

Anuncie aqui

Siga o Estadão




Você já leu 5 textos neste mês

Continue Lendo

Cadastre-se agora ou faça seu login

É rápido e grátis

Faça o login se você já é cadastro ou assinante

Ou faça o login com o gmail

Login com Google

Sou assinante - Acesso

Para assinar, utilize o seu login e senha de assinante

Já sou cadastrado

Para acessar, utilize o seu login e senha

Utilize os mesmos login e senha já cadastrados anteriormente no Estadão

Quero criar meu login

Acesso fácil e rápido

Se você é assinante do Jornal impresso, preencha os dados abaixo e cadastre-se para criar seu login e senha

Esqueci minha senha

Acesso fácil e rápido

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Cadastre-se já e tenha acesso total ao conteúdo do site do Estadão. Seus dados serão guardados com total segurança e sigilo

Cadastro realizado

Obrigado, você optou por aproveitar todo o nosso conteúdo

Em instantes, você receberá uma mensagem no e-mail. Clique no link fornecido e crie sua senha

Importante!

Caso você não receba o e-mail, verifique se o filtro anti-spam do seu e-mail esta ativado

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Estamos atualizando nosso cadastro, por favor confirme os dados abaixo