Twitteiros comemoram aprovação do Plano Nacional de Educação na Câmara

Assunto está entre os mais comentados da rede social; usuários agora pressionam Senado

estadão.com.br

27 Junho 2012 | 09h51

A aprovação por unanimidade do Plano Nacional de Educação (PNE) junto da meta de investimento de 10% do Produto Interno Bruto (PIB) em educação - que deve ser alcançada em dez anos - foi motivo de comemoração dos usuários da rede social Twitter. O assunto tornou-se um "trending topic" entre os twitteiros brasileiros na noite da terça e ainda era um dos mais comentados na manhã desta quarta, 27.

 

O projeto tramitava há 18 meses no Congresso e agora será encaminhado ao Senado. O relator do plano, o deputado Ângelo Vanhoni (PT-PR), havia proposto o índice de investimento de 8% do PIB, o que era considerado insuficiente pela União Nacional dos Estudantes (UNE) e pela União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (Ubes), que queriam 10%. Os estudantes lotaram a sessão de terça-feira para pressionar o aumento dos investimentos.

 

O PNE estabelece 20 metas educacionais que o país deverá atingir no prazo de dez anos. Além do aumento no investimento em educação pública, o plano prevê a ampliação das vagas em creches, a equiparação da remuneração dos professores com a de outros profissionais com formação superior, a erradicação do analfabetismo e a oferta do ensino em tempo integral em pelo menos 50% das escolas públicas. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.