NOTICIAS DIVERSAS

Estadão

24 Agosto 2009 | 00h04

Euclydes da Cunha. Ante-hontem foi ouvida pelo delegado dr. Oliveira Alcântara mais uma testemunha ocular do crime do aspirante Dillermando de Assis. Essa testemunha é o sr. Joaquim Vaz de Araujo, morador em frente á casa da Estrada Real da Piedade em que se deu a lamentável tragédia do dia 15. O Jornal do Commercio assim se refere a esse depoimento que confirma completamente as declarações da menina Celina Fontainha, e ás declarações da viúva Henriqueta, também vizinha dos aspirantes e que egualmente viu a scena de barbare assassinato do nosso inesquecível collaborador Euclydes da Cunha. (pág. 4, col. 1)