ROMA

Estadão

27 Agosto 2009 | 00h02

O commissariado geral da emigração, em circular enviada ás autoridades municipaes e marítimas do reino, pede desaconselhar os trabalhadores a emigrarem para o Uruguay, onde há falta de trabalho e abundancia de operários.