Segunda-feira, 25 de abril de 1910

Estadão

25 de abril de 2010 | 00h00

 

 

1910.04.25_RooseveltVaiado_pag274

 

RECIFE

“A Província” e o “Correio de Recife” verberam o attentado de que foi victima o sr. João Barreto. A “Provincia” diz: – “custa a crer que, neste paiz, ainda se pretenda abafar a voz da impresa, com oppressões do ultimo dos presidentes da republica e de seus elevados auxiliares que suppotaram os maiores excessos da linguagem dos jornaes fluminenses, sem consentir que se lhes tocassem.” (pág.2)

 

1910.04.25_INGLATERRA_pag275

 

RIO

Uma das directorias do thesouro desta capital impugnou a continuação do pagamento á pensionista maria Fialho Murinelly, por ter esta passado ás segundas núpcias casando-se com o funccionario publico Dario Caetano da Silva. Estudado o caso, ficou resolvido que o facto de ter a pensionista passado ás segundas núpcias, não a levava a perder o direito á pensão, porquanto esta foi concedida pelo credito de 21 de junho de 1870, sem clausula restrictiva. (pág.2)

 

1910.04.25_PERU_pag274

 

PERÚ

LIMA – Os repatriados vindos do Equador apresentaram-se aqui em estado lastimável. Roubaranm-lhes tudo e muitos delles estão feridos. Contam os horrores praticados por occasião das manifestações anti-peruanas de Quito e de Guayaquil, fometadas pelas autoridades equatorianas. Estas ultimas incitavam a população a atacar a legação e os consulados peruanos, provocando um enthusiasmo em favor da guerra. (pág.2)

 

1910.04.25_RIO_pag274

 

BELGICA

BRUXELLAS – Realisou-se hoje a inauguração official do pavilhão do Brasil na exposição internacional, cuja abertura, conforme foi noticiada, se effectuou hontem. A abertura do pavilhão brasileiro, por sua belleza, seu luxo, sua eleganois, suas extraordinária dimensões, enfim, por seu aspecto magnífico, constituiu a mair attracção do dia. Alcançaram completo successo, constituindo as primeiras attracções do pavilhão do Brasil, um bellissimo panorama do Rio de Janeiro e os diorams em que têm sido muito apreciadas as vistas minuciosas e interessantes representando aspectos característicos das fazendas do Estado de S.Paulo e das florestas riquíssimas do Amazonas. O srs. Vieira Souto, chefe da missão de expansão econômica do Brasil, e Ferreira Ramos, commissario do Estado de S.Paulo, têm recebido numerosas felicitações pelo successo que alcançou, logo no dia da sua inauguração, a exposição brasileira. Á noite, a sede do commissariado do estado de S.Paulo, recentemente installado nesta capital, apresentava um lindo aspecto. Na sua fachada, que estava illuminada com grande quantidade de lâmpadas electricas, dispostas mui artosticamente, viam-se as bandeiras de muitos paizes, destacando-se a do Brasil e da Belgica.

-Na sala “Patrie”, realisou-se o annunciado concerto de gala promovido pelo sr. Oliveira Lima, ministro do Brasil aqui acreditado, para a execução de trechos de musica brasileira. Alcançaram extraordinario successo, especialmente , os trechos do ‘guarany”, do Carlos Gomees; o prelúdio da opera “Tiradentes”, de Manuel de Macedo; as obras de Alberto Nepomuceno, as fantasias para violino de Francisco chiafntelli, etc. Presidiu ao concerto o illustre ministro brasileiro sr. Oliveira Lima. Entre os presentes, notavam-se os srs. Ferreira Ramos, commissario do estado de S.Paulo; Delphim Carlos, membro da missão de expansão econômica do Brasil; J. F. da Silveira Bulcão, consul em Antuerpia; Louis Casabona, Germano Pereira, coronel Schmidt, F. A. Georlette, vice-consul em Antuerpia, e numerosas personalidades em destaque entre os membros da colônia brasileira aqui domiciliada. (pág.3)

CHARGE

 

1910.04.25_Charge_pag278

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.