Domingo, 15 de maio de 1910

Estadão

15 de maio de 2010 | 00h00

 

 

 

LIMA

Partiram  para Buenos Aires o sr. Larrabure, presidente da delegação peruana junto ao Congresso Pan-Americano, que se reunirá este anno naquella capital, e o sr. Alvares Calderon, novo ministro na Argentina, nomeado ultimamente em substituição do sr. A. de la Riva Aguero. Segundo se affirma nas rodas bem informadas, ambos são portadores de instrucções secretas que lhes foram confiadas para resolver a questão chileno-peruana de Tacna e Arica. (pág.2)

 

 

EDUARDO VII

LONDRES – Os funeraes do rei Eduardo VII promettem ter grande concorrência. É tal o interesse despertado por elles queos proprietários de edifícios situados nos lugares por onde passará o cortejo fúnebre, subiram extraordinariamente o preço de aluguel das janelas e das sacadas. O proprietário de uma casa situada pouco adiante do palácio de Buckingam, rejeitou 30 mil dollares pelo aluguel de uma janella de su propriedade. Outro dono de uma casa situada em Piaccadilly recusou 60 libras pelo aluguel de uma janellinha do primeiro andar. A policia está adoptando medidas de extraordinária precaução, recciando que os anarchistas preparem algum attentado contra os soberanos e os príncipes que vêm assistir aos funeraes do rei Eduardo. (pág.2)

 

 

1910.05.15_CanalMancha_pag505

 

OS COMETAS

 

I – Constituição dos cometas – Os cometas são conhecidos, desde a mais alta antiguidade, como astros singulares com “cabeça”, “cabelleira” ou com “barba “ e “cauda”. Houve sábios philosophos que nelles entreviram a verdadeira natureza de astros errantes.Mas a falta de instrumentos de longa vista só fazia esses astros visíveis quando estavam na vizinhança do sol (perihelio) e no maior, mais singular desenvolvimento de seus aspectos. Então, em sua plena visibilidade, só os grandes cometas eram notados com os caracteres, que parecem essenciaes, de núcleo brilhante e luminosa, ameaçadoura calda (…)(pág.3)

 

1910.05.15_JoaoKepler1_pag506

 

II-Cometa de Halley – Mas só Newton (1612-1727), auxiliado por Halley (1656-1742) pôde finalmente completar as vistas de Tycho Brahe, que ainda Kepler, Hovelio, Cassini não chegaram a acceitar. Newton é o homem que o erutido Delambre chama “único”, natureza angelicamente boa e mente altíssima, divina que regulou a criação, que a tornou integral, segura, estável. Seu famoso livro “Principios mathematicos de philosophia natural” . (“Principia mathematica philosophiae naturalis”), appareceu em 1687, graças aos cuidados e dedicações de Halley que lhe reviu as provas, que decidiu o grande Mestre a conssentir na publicação. Á frente do livro, 48 versos latinos de Halley summariavam seu contexto e alçavam ao céu a fama de Newton, “que attingira os deuses mais do que pôde fazer outro qualquer mortal”(…) (pág.3)

 

1910.05.15_IsaacNewton1_pag506

 

III-Apparições do cometa Halley – Como já descrevemos em artigos anteriores, nem todas as apparições são verdadeiras. Algumas, como as de 66 e 1066, assigualam a preocupações de ver nellas os effeitas maléficos attribuidos aos cometas. Os “Annuarios”, com alguma facilidade, mencionam umas 23 apparições deste cometa, a contar do anno 12 A.C.. Mas sua real, mathematica existência data das taboas de Halley; confirmadas pelos cálculos de Clairaut(apparição de 1758) e de Pontécoulant (para 1835) (…)(pág.3)

 

1910.05.15_EdmundoHalley1_pag506

 

TRAJETÓRIA DO HALLEY

 

 

 

1910.05.15_trajetoriaHalley_pag506

 

 

A taxa do cambio e a economia nacional- XVI

(…) A imprudente reforma, pela qual tão ardentemente se empenha o sr. Leoplodo de Bulhões, vem produzir perturbações e injustiças de caracter financeiro e de caracter econômico. As primeiras pode, com effeito, o governo corrigir ou attenuar; quanto ás outras, porém, as que interessam a orde econômica e tornam precárias as condições industrial e agrícola, e bem assim as do commercio nacional, estas injustiças e perturbações,- como as poderá remover a acção official? As vagas e fallazes promessas, que ora são formuladas, dissipar-se-ão com o decurso do tempo. Os prejuízos, porém , são reaes, immediatos e fazem-se dolorosamente sentir. (…)MAC LEOD (pág.4).

 

 

CARTAS DA ALLEMANHA XIV

Não são novas as conjecturas relativas á existência histórica do Jesus Nazareno. Desde que David Frederico Strauss publicou em 1835-36 a “Vida de Jesus” e que emprehendeu reduzir as historias milagrosas e os bellos contos evangélicos ao myrtho pro-existente assim como á piadcção dos temposprimitivos do christianismo, as duvidas, uma vez levantadas, nunca mais pararam. Autores de differentes nacionalidades têm se occupado do difficil problema. O resultado dos seus estudos históricos tem produzido um grande abalo na solidez e tranquillidade das antigas crenças (…)DRUSUS(pág.4)

 

ANNUNCIO

 

1910.05.15_LoteriaSJoao_pag515

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.