Domingo, 19 de junho de 1910

Estadão

19 de junho de 2010 | 00h00

 

 

1910.06.19_Manaos_891

 

PORTO ALEGRE

Um grupo de pessoas symapathicas ao positivismo e solidarias com os artigos publicados pela “Federação” em prol da restauração da liberdade do ensino superior, escreverá uma carta ao sr. Borges de Medeiros, chefe do partido republicano, feleicitando-o pela attitude assumida pela “Federação”.

Nessa carta tambem aquelle grupo accentua o desejo de cessarem os auxílios dispensados pelo Estado aos institutos de ensino profissional desta capital, emquanto esses estabelecimentos fizerem questão do reconhecimento official dos seus diplomas aos expedidos pelos estabelecimentos federaes.

Applaude tambem o grupo missivista a attitude assumida pela mesma folha no caso da bandeira.

A carta dos positivistas termina, aconselhando os republicanos do Rio Grande do Sul a se absterem de concorrer á subscripção popular para acquisição de um novo “Riachuelo” , Idea essa contraria á política republicana e á fraternidade humana.

A carta está assignada pelos drs. Faria Santos, Homem de Carvalho e Torres Gonçalves. (pág.1)

 

1910.06.19_Franca_891

 

INGLATERRA

LONDRES – Realisou-se hontem nesta capital um cortejo no qual tomaram parte cerca de dez mil suffragistas e quarenta bandas de musica. (pág.2)

 

1910.06.19_AustriaHungria_892

 

BRUXELLAS

Há factos característicos e que constituem verdadeiros schemas de que temos estampado nas correspondências anteriores. Veja-se este. A conhecida Sociedade Cockerill vae expor uma possante locomotiva, destinada ao serviço dos grandes expressos internacionaes nas linhas do Estado Belga. São magníficas especimens da mecânica moderna; pesam, sem o tender e vasias, quase cem toneladas. Será certamente um dos successos da Exposição. (…)(nosso correspondente especial) (pág.3)

 

EUROPA

Affirmam os jornaes officiosos de Athenas que a situação é de perfeita calma e que não existe motivo algum de inquietação.Informações procedentes de Smyrna dizem que o “boycottage” alli deflagrado não impede que os navios gregos continuem a fazer as suas descargas.

-Chegou a Sofia, capital da Bulgaria o ministro da Dinamarca em Vienna, sr. Bernhoft, o qual vem trazer ao rei Fernando as insígnias da ordem do Elephante Branco, que lhe foi conferida pelo rei Frederico VIII. (pág.4)

 

ANNUNCIO

 

1910.06.19_DesintegradorAmericano_902

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.