Quinta-feira, 15 de dezembro de 1910

Estadão

15 de dezembro de 2010 | 00h00

 

O “Minas Geraes” e “São Paulo”

RIO,14-Os couraçados “minas Geraes” e “S.Paulo” passrão para a reserva, afim de soffrer concertos nas torres, as quaes foram damnificadas pelo uso da água salgada durante a sublevação de marinheiros.

FRANÇA

Os chronistas financeiros admirados com a resistência dos títulos brasileiros- As debêntures  da Brsilian Raliway- Emissão de novas acções da E. F. Victoria a Minas

PARIZ, 14 (D.)- Os chronistas dos jornaes que commentam os phenomenos finaceiros mostram-se admirados com a resistência dos títulos brasileiros, diante dos factos anormaes que ultimamente se tem dado no Rio de Janeiro.

Os títulos brasileiros, que tinham baixado um ponto, readquiriram logo depois a cotação primitiva, havendo pouco á venda.

Foi feito o rateio das debêntures da Brasilian Railway Company, dando 60 por cento de lucro para os maiores tomadores de emissão.

No decorrer da quinzena a Estrada de ferro de Victoria a Minas emittirá mais vinte mil acções.

ESTADOS UNIDOS

Um instituto contra a guerra- Doação feita pelo archi-millionario Carnegie

WASHINGTON, 14(H.)- O archi-millionario André Carnegie destinou a somma de dez milhões de dollares para a fundação de uma instituição cuja renda será consagrada à propaganda contra a guerra.

O sr. Elihu Root foi escolhido para presidente effectivo, e o sr. William Tafft, para presidente honorário dessa associação.

WASHINGTON

A situação no México- Os revolucionários derrotados- As perdas

Dizem telegrammas recebidos nesta capital que as tropas mexicanas derrotaram os revolucionários em Cierro Pristo e em Chihuahua, matando 70 e fazendo inúmeros feridos e prisioneiros.

Nesses combates as tropas federaes perderam 150 soldados.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.