Epidemia avança para a Europa

Estadão

13 de fevereiro de 2011 | 00h00

 Segunda-feira, 13 de fevereiro de 1911

 

 

 

 

 

NOTÍCIAS DA EUROPA

A entrevista de Potsdam  e a paz universal

O jornal londrino “Daily News” diz que passou felizmente o tempo em que a tríplice entente parecia uma combinação opposta à tríplice alliança.

A entrevista de Potsdam entre o czar da Russia e o imperador da Allemanha é uma entrevista capaz de firmar a paz europea. O tratado russo-allemão, escreveu a folha, tira os últimos vestígios da ficção de uma tríplice entente. Faz uma atmosphera completamente san em que pode voltar a cordialidade e deixa reconhecer a possibilidade de um convenio tento-inglez.

Esperamos que o nosso ministro sir Edward Grey logo nos annuncio a conclusão deste convenio e prove da maneira mais correcta que os tratados com a França e a Russia não são exclusivos, mas deixam á Inglaterra toda a liberdade de fazer allianças com que quizer.

Já tivemos tratados com dois ou três, e o fruto desses tratados é uma nervosidade que não passa de uma ameaça constante de guerra e sempre novos armamentos. Nestes últimos dez annos a Inglaterra parecia deixar a sua tradicional política da independência e unir a sua corte à de uma das potencias do continente. Esta mudança não nos trouxe vantagem alguma, pois, foram estes os annos das maiores compilações internacionaes em que gastamos sommas fabulosas com a nossa esquadra. Todos os annos tivemos pelo menos uma crise e a ameaça de uma guerra, e passada a complicação, a atmosphera continuava carregada de medo, suspeitas e accusções.

Foi uma época desgraçada que agora felizmente acabaria.

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.