Argentinos comemoram novo papa

Viviane Bittencourt

13 de março de 2013 | 18h51

AP – BUENOS AIRES – O entusiasmo e a felicidade se apoderaram dos católicos argentinos nesta quarta-feira. Eles explodiram em lágrimas e aplausos ao saber que o Vaticano havia nomeado como papa o ex-cardeal argentino Jorge Mario Bergoglio. Trata-se do primeiro papa jesuíta da história e o primeiro da América Latina.

“Estávamos rezando pelo conclave quando soubemos”, da notícia da eleição papal, disse Ana María Pérez, de 60 anos, vice-presidente da Ação Católica Argentina. “Bergoglio é sinônimo de caridade e missão. E nos chama a sair para evangelizar na rua. ele vai ser o papa da rua.”

O antigo porta-voz do atual papa, Guillermo Marcó, disse que “em raríssimas ocasiões usou um carro com motorista… suas opções de vida sendo cardeal eram seguir vivendo uma vida normal, comum”.

“É um grande admirador de Borges”, disse. “É argentino, mas sobretudo portenho (de Buenos Aires). Se levanta todos os dias às 5h30 para rezar.”

O entusiasmo também fez com que o serviço de telefonia celular de algumas comanhias entrassem em colapso com o excesso de ligações e mensagens.