Escolha do nome será a primeira mensagem do novo papa

Viviane Bittencourt

13 de março de 2013 | 11h29

REUTERS – Mesmo antes de proferir suas primeiras palavras em público, o novo papa eleito no conclave esta semana vai mandar aos católicos ao redor do mundo a mensagem codificada pelo nome que escolher.

Pode ser que a mensagem não seja imediatamente compreendida. Escolher um nome incomum, de um passado papal distante – por exemplo, Hilário ou Zeferino – faria com que os católicos fossem correndo aos livros de História para descobrir o que aquilo poderia significar.

Mas um nome que remeta a papas modernos – Bento, ou João Paulo, ou João – indicaria de cara a que o novo líder de 1,2 bilhão de fiéis quer estabelecer uma continuidade com o papado a que seu nome se refere.

 Apostas. O nome Leão está liderando uma lista de apostas feitas com Paddy Power, uma casa de apostas de Dublin. Esse nome poderia indicar um caráter progressista, pois o último a escolhê-lo, Leão XIII, ajudou a adaptar a Igreja ao pensamento moderno.

Pio, escolhido pela última vez por Pio XII, que foi papa de 1939 a 1958, poderia ser sinal de conservadorismo, enquanto João, que faz menção a seu sucessor João XXIII, que reinou de 1958 a 1962, poderia se referir tanto a um caráter de pastor compassivo quanto a um reformador.