Internautas publicam vídeos do quarto protesto contra aumento da tarifa em São Paulo

Felipe Tau

14 de junho de 2013 | 17h05

Após o quarto protesto contra o aumento da tarifa de ônibus, trens e metrô em São Paulo, nessa quinta-feira, 13, organizado pelo Movimento Passe Livre, várias pessoas publicaram na internet vídeos que mostram, sobretudo, o confronto entre manifestantes e polícia.

Um vídeo publicado pelo usuário carpebike mostra policiais descendo de um carro na Avenida Paulista e montando formação. Em seguida, diante da aproximação de um grupo de manifestantes, a polícia começa a disparar bombas de efeito moral. O cinegrafista amador fica na mira de policiais e, com as mãos ao alto, afirma que está “só registrando”. Bombas continuam explodindo e o cinegrafista tem de recuar mais para não ser atingido.

VEJA TAMBÉM
» Linha do tempo – Como foram os quatro protestos do Movimento Passe Livre

Um dos vídeos, postado pelo usuário Leo Morais, inicia com manifestantes na Avenida Paulista gritando “Vem para a rua, vem, contra o aumento”. Há um corte por volta de 8 segundos e então passa a ser exibida a ação de policiais, com a explosão do que parecem ser bombas de efeito moral. “Como essa polícia é babaca. Ninguém fazendo nada, estava a galera só…”, comenta uma pessoa no vídeo. Mais adiante, no vídeo, é possível ouvir uma mulher gritando “Vai polícia”.

Já num vídeo publicado pelo usuário Claudio Luis, a abordagem é crítica aos protestos. Uma edição mostra dezenas de fotos dos quatro protestos, mostrando confrontos e destruição. “A cidade de São Paulo tem sofrido sucessivos ataques por um bando de desordeiros, vândalos, arruaceiros e baderneiros travestidos de ‘estudantes’. Movimento Passe Livre: essa é a nova face do fascismo”, diz a descrição do material.

Um cinegrafista amador, falando em inglês, também registrou a manifestação, próximo ao Theatro Municipal, no centro. O narrador diz que algo está para acontecer, mas não há imagem de violência de nenhum dos lados. O vídeo está creditado como feito por Mark K., do site IamLATAM.com.

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.