Justiça manda soltar médica que coordenava UTI no Hospital Evangélico

Tania Valeria Gomes

20 de março de 2013 | 16h25

Julio Cesar Lima, Especial para o Estado

CURITIBA – A Justiça determinou nesta tarde (20) que a médica Virgínia Helena Soares de Souza seja liberada. Virgínia é acusada de envolvimento em uma série de mortes de pacientes na UTI do Hospital Evangélico e estava presa desde o dia 19 de fevereiro. Ela foi solta agora há pouco.

Tudo o que sabemos sobre:

Hospital Evangélico