Manifestação em Guarulhos bloqueia a Via Dutra total ou parcialmente por cerca de 4 horas

Felipe Tau

28 de junho de 2013 | 17h39

21h18 – Na Via Dutra, altura de Guarulhos,  parte dos manifestantes que bloqueavam o trânsito na pista expressa, sentido Rio, tentou atear fogo em um ônibus da Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos de São Paulo (EMTU). O veículo estava vazio e as chamas foram apagadas rapidamente com a ajuda de outros manifestantes contrários ao vandalismo.

A ação serviu de incentivo para que a Polícia Rodoviária Federal agisse com mais rigor. Os policiais lançaram bombas de gás lacrimogêneo e dispersaram  o grupo, que desocupou a rodovia . As primeiras interdições começaram  há cerca de quatro horas.

21h05 – Na Avenida Paulista, os manifestantes que ocupavam a via no sentido Paraíso atravessaram o canteiro central e agora causam interdição no sentido Consolação.

21h04 – Por causa de manifestações, a pista norte da Rodovia Fernão Dias continua com tráfego restrito no km 65, na altura de Mairiporã, no sentido Belo Horizonte. O trânsito está parado do km 67,5 ao km 65. Na pista sul, sentido São Paulo, o tráfego flui sem lentidão.  Acompanhe a situação no Blog do Trânsito.

20h31 – Na Dutra, policiais rodoviários federais continuam negociando com um grupo que insiste em bloquear parte da rodovia. Os manifestantes ocupam apenas uma faixa da pista expressa no sentido Rio.  Alguns deles estão sentados no asfalto e gritam “sem violência” quando os policiais se aproximam. Veja:

 

20h23 – Tumultos também ocorrem na Prefeitura de Guarulhos. A PM lança bombas de gás para dispersar os manifestantes que tentam se aproximar da sede  da administração municipal.

20h19 –  Um grupo de manifestantes voltou a ocupar as pistas expressas da Via Dutra nos dois sentidos. Quiatro viaturas da Polícia Rodoviária Federal retornam para a rodovia para dispersá-los novamente.

20h14 – Policiais do Choque da Polícia Rodoviária Federal conduzem a  maior parte dos manifestantes para o Viaduto Cidade de Guarulhos, em direção ao centro da cidade.

20h04GUARULHOS – Manifestantes continuam ocupando as pistas expressas da Dutra nos dois sentidos, próximo ao acesso á Rodovia Hélio Smidt. Quem vai para ou aeroporto ou está saindo de lé, faz melhor caminho pela Rodovia Ayrton Senna.

Depois de diversas conversas, a Polícia Rodoviária Federal começa a dispersar os manifestantes. Uma equipe do   Choque da PRF, com apenas seis homens, disparou balas de borracha para cima. A Dutra começa a ser liberada.

Homens do Choque da PRF avançam para dispersar manifestação na Dutra. Foto: Mateus Coutinho/Estadão

19h55GUARULHOS – Manifestantes ocupam agora apenas as pistas expressas no dois sentidos da Dutra. As pistas locais foram liberadas.

Parte do grupo de 200 pessoas deixou a rodovia e segue de volta para o centro de Guarulhos, onde o ato começou por volta das 16h. Eles caminham rumo a prefeitura pelo Viaduto da Cidade. (Mateus Coutinho)

19h48 – Manifestantes hastearam bandeira no Viaduto Cidade de Guarulhos. Público é composto principalmente por jovens, alguns dos quais de skate ou bicicleta.

Alta do IPTU e descontentamento com o prefeito são o foco do protesto. Foto: Daniel Teixiera/Estadão

 

19h36SÃO PAULO –  Manifestação na Avenida Paulista, sentido Consolação, ocupa duas faixas, junto à Rua Frei Caneca. Cerca de 60 pessoas se concentraram na Praça Roosevelt para protestar contra o Ato Médico.

Polícia escolta manifestantes perto do Masp. Foto: Evelson de Freitas/Estadão

Outra manifestação interdita a Avenida Raimundo Pereira de Magalhães, nos dois sentidos, na altura da Estrada de Taipas, na zona norte de São Paulo. Acompanhe a situação do trânsito na capital e nas estradas.

19h16 – Perto do Aeroporto de Cumbicaoutro foco de manifestação, na comunidade Malvinas. Mais cedo um grupo usou pneus  para bloquear a Rua Jamil João Zarif, paralela à Rodovia Hélio Smidt. Uma divisão de choque da Força Tática dispersou os manifestantes usando bombas de gás.  Moradores que chegavam do trabalho foram escoltados pelos policiais para passar pelo tumulto. (Artur Rodrigues)

19h12 – Os manifestantes que seguiam para a Hélio Smidt pararam novamente e continuam na Via Dutra. Uma bandeira com as cores da bandeira do Brasil foi estendida sobre o viaduto de acesso à Hélio Smidt.


19h07 – A maior parte dos manifestantes que bloqueavam a Dutra decidiu seguir para a Rodovia Hélio Smidt, que dá acesso ao Aeroporto Internacional de Guarulhos. Outra decidiu ficar bloqueando a estrada.

18h49 – Os manifestantes, que seguiam até agora pela pista central da Via Dutra, bloqueiam totalmente a estrada   perto da Rodovia Hélio Smidt, que dá acesso ao Aeroporto Internacional de Guarulhos.  Há pouco, houve um princípio de confusão entre os presentes na passeata e motoristas que ficaram parados no trânsito, mas a confusão foi contida por policiais rodoviários federais.

18h35 – Uma manifestação iniciada às 16h desta sexta-feira, 28, no centro de Guarulhos reúne cerca de 200 manifestantes, que bloqueiam a pista central da Rodovia Presidente Dutra no sentido Rio. Entre as reivindicações, está a redução do IPTU na cidade, que em algumas regiões subiu 500%. Os manifestantes caminham em direção à Rodovia Hélio Smidt, que dá acesso ao Aeroporto Internacional de Guarulhos.

A passeata, que partiu do centro de Guarulhos, chegou a bloquear também a pista marginal da Dutra no sentido São Paulo, entre as 15h40 e as 18h10. Eles fizeram o retorno no viaduto que dá acesso a Guarulhos, no km 233, e tomaram o outro sentido da estrada. A Polícia Rodoviária Federal tentou negociar para que os manifestantes ocupem apenas a pista lateral da via, mas o grupo recusou-se a cumprir a solicitação.

Com receio de que a Hélio Smidt fosse bloqueada, a concessionária GRU Airport, que administra o Aeroporto Internacional de Cumbica, emitiu um comunicado ainda durante a tarde desta sexta os passageiros a chegarem mais cedo. A empresa também dispensou funcionários antes do fim do expediente.

A TAM enviou uma nota orientando as pessoas que têm voo marcado para depois das 16h que “antecipem a chegada ao terminal”. A companhia afirmou ainda que vai isentar seus passageiros das taxas de remarcação ou de reembolso de passagens nos voos que partem ou chegam a Guarulhos nesta sexta e na madrugada de sábado.

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.