Manifestações acontecem em diferentes pontos de São Paulo

Felipe Tau

06 de setembro de 2013 | 16h12

18h43 -Manifestantes do MTST caminham pela Marginal do Pinheiros no sentido Rodovia Castelo Branco. A Pista local da Marginal está interditada. A Finep garantiu que a direção virá na próxima terça-feira(10) para uma reunião com dirigentes do movimento. (Diego Zanchetta)

17h32 – A Avenida Morumbi e a Ponte do Morumbi foram liberadas, segundo a CET. Acompanhe o trânsito nas principais vias da cidade. 

17h25 “Era um terreno que a Finep nem sabia que era dona. Estava a mercê da especulação imobiliária”, disse Guilherme Boulos, dirigente do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto. (Diego Zanchetta)

17h23 – Manifestantes do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) deixaram o saguão do prédio da  Financiadora de Estudos e Projetos (Finep). O dirigente do movimento Guilherme Boulos e mais oito integrantes estão reunidos com o presidente da Finep, Glauco Arbix, enquanto os outros manifestantes continuam acampados em frente ao edifício. Eles reivindicam a regularização da situação das 819 famílias que vivem no terreno próximo a Favela do Paraisópolis  conhecido como Faixa de Gaza, e que pertence a Finep. 

16h59 – Usuário do Instagram idsiaducki registrou os manifestantes na Marginal do Pinheiros.

 

 

16h45 – A manifestação do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) já reúne 1.500 pessoas. Protestantes invadiram o prédio da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), que fica na Avenida das Nações Unidas no número 10.989, e estão acampados no local. A Avenida Morumbi e a Ponte do Morumbi estão bloqueadas devido à manifestação.

16h40 – Há lentidão de 7,6 quilômetros na Marginal do Pinheiros.  Mais informações no Blog do Trânsito.

16h29 – Segundo a Polícia Militar e a CET,  terminou o protesto na Avenida Morumbi.  A via foi bloqueada pelo  Sindicato dos Funcionários do Sistema Prisional que, mais cedo, fechou a Avenida General Ataliba Leonel, na zona norte da cidade.

16h11 – Cerca de mil sem-teto bloquearam a pista local da Marginal do Pinheiros, na altura da Ponte do Morumbi, no sentido Castelo Branco. O Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) e o Instituto Perifativa defendem a regularização da ocupação de um terreno de cerca de 70 mil metros quadrados, conhecida como Faixa de Gaza, na região da Favela de Paraisópolis, na zona sul de São Paulo.