Papa Francisco, quando criança, queria ter se casado

Viviane Bittencourt

14 de março de 2013 | 15h11

 

BUENOS AIRES (EFE) – Jorge Bergoglio, de 76 anos, o atual papa Francisco, poderia ter terminado no altar – não como sacerdote, mas como marido -, se seu namoro de infância com Amalia, sua vizinha do bairro de Flores durante o colégio, tivesse prosperado e sua proposta de casamento não tivesse sido frustrada, como recordou a antiga pretendente de infância do papa, em entrevista à imprensa local.

“Se não me casar com você, me torno padre”, teria dito um dia Bergoglio a Amalia, sua “noiva” da adolescência, quando tinha apenas 12 anos, segundo ela.

O romance não teria prosperado devido à oposição dos pais dela, disse Amalia, que lamenta ainda que Bergoglio não tenha sido o padre da cerimônia de seu casamento com seu atual marido.

FOTO: Jornal Diário Popular / Reprodução da TV C5N