A transformação do lixo

Estadão

06 de março de 2013 | 07h00

praia.jpg

(Por Aryane Cararo)

Uma coisa ruim pode se transformar em boa. Com um pouco de jeito e criatividade, algo feio consegue virar uma coisa bonita. Até mesmo o lixo e toda a tristeza que ele traz, com um pouco de imaginação, virou algo muito bacana nesta história sem palavras de Bernardo Carvalho.

Um Dia na Praia, o título do livro que aparece só no expediente no final, é uma obra sobre um homem que vai ao litoral com seu guarda-sol e toalha aproveitar um dia de sol. De repente, lá longe no mar aparece alguma coisa. Curioso, ele vai ver o que é. Trata-se de uma bota! Que ele pendura logo no seu guarda-sol. Mas este é só o começo, porque o mar começa a cuspir um montão de porcaria: latinhas, roupas, regadores, quadros, garrafas, uma boia de pato, bolsas, rastelos, tevê,  pedaços de milhares de quinquilharias. O que fazer com tudo isso? É aí que está a graça. Ele transforma em uma coisa bem bacana para ele continuar viajando por aí.

praia2.jpg

Entendeu o que é?

O que mais você acha que dá para fazer com o lixo que chega à praia? Você costuma ver muita sujeira pelo litoral? O que faz com o que encontra pelo caminho? Pense a respeito!

Um Dia na Praia. Autor: Bernardo Carvalho. Cosac Naify, R$ 35,50.