Circuito de arte e histórias

Estadão

23 de março de 2012 | 21h59

ci0.jpg

Tudo começou com “era uma vez”. Era uma vez a vontade de que o Estadinho não ficasse só dentro das páginas do jornal. Era uma vez a ideia de levar histórias e outras atividades para os nossos leitores. Era uma vez um sábado, 5 de junho de 2010. E foi com histórias de “Era uma vez um santo chamado São João…” que o Circuito Estadinho começou, em parceria com a Livraria Cultura.

ce.jpg

Ana Luísa Lacombe cantou músicas de quadrilha

Naquele dia, a contadora de histórias Ana Luísa Lacombe cantou músicas caipiras, falou de lendas sobre festa junina e ensinou a fazer simpatias na unidade do Shopping Bourbon. Hoje, o Circuito completa 70 apresentações nestes quase dois anos, com histórias, oficinas artísticas, experiências científicas malucas, música…

 

 

ci1.jpg

Andi Rubenstein já contou histórias de princesas, maçãs, sal, brinco, pulga, cozinha…

E tudo só começou porque em 20 de março o Estadinho mudou sua forma e seu conteúdo, tentando se aproximar cada vez mais dos nossos leitores e dando mais espaço para as crianças falarem e brincarem.

 

 

ci2.jpg

José Carlos Lollo e Blandina Franco, autores do livro Quem Soltou o Pum?, já ensinaram a fazer passarinho, fantasia de romano e de Cleópatra, jacaré, elefante, pinguim, sapo…

 

Faltava só marcar um encontro para que essa interação fosse ainda maior. Esse encontro surgiu com o Circuito, que acontece todos os sábados, às 15 horas, numa das lojas da Livraria Cultura (shoppings Market Place, Bourbon e Villa-Lobos).

Hoje (dia 24), por exemplo, quem se apresenta é o pessoal do grupo Contantes Contentes. Eles vão contar histórias de bobos e bocós na Cultura do Shopping Market Place (Av. Dr. Chucri Zaidan, 902, Morumbi). Será às 15 horas, de graça. Estamos esperando todos lá!

 

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.