Como nasce um brinquedo?

Estadão

22 de outubro de 2011 | 07h00

CAPA BRINQUEDO_1.jpg 

 

(Por Natália Mazzoni)

Entrar numa loja de brinquedos é muito legal, não é? São centenas de opções, bonecas de vários tipos, carrinhos, robôs, jogos. Tudo parece mágico.

Mas você já parou para pensar como isso tudo é feito? Se você leu o Estadinho de hoje (dia 22), já sabe que alguns brinquedos podem demorar um tempão para serem feitos, desde o comecinho do projeto até a etapa final.

Se você ainda não leu, é só clicar nas páginas abaixo. Depois, continue aqui e descubra um pouquinho mais sobre o universo dos brinquedos.

Página 1

Página 2

Página 3

 POR DENTRO DA FÁBRICA

Quer saber mais sobre a produção de uma boneca? Acompanhe a entrevista com o gerente de marketing da Grow, Gustavo Arruda, a fábrica de brinquedos que visitamos para a reportagem.

Como funciona o projeto de um novo brinquedo?
Temos um planejamento anual de lançamentos, com cerca de 100 novos brinquedos por ano. A definição dos brinquedos que serão lançados leva em conta as tendências do mercado (brasileiro e internacional), personagens que estão fazendo sucesso, novos personagens com potencial de sucesso (novos filmes ou seriados, por exemplo).

Qual é a primeira etapa na criação dele?
É a definição do conceito. É preciso estar bem claro para todas as áreas envolvidas quais serão as funções do brinquedo, qual a faixa etária a que ele se destina e qual deverá ser o seu preço nas lojas.

A fábrica faz protótipos?
Sim, essa é uma etapa importante no processo de desenvolvimento, para nos certificarmos se tudo está funcionando no brinquedo como foi planejado.

Em média, quanto tempo leva para um brinquedo sair dos papéis e chegar às lojas?
Depende muito do tipo de brinquedo. Um jogo de tabuleiro ou quebra-cabeça, por exemplo, que não depende de novos moldes para a produção de peças plásticas, cerca de 4 meses. Já uma boneca pode levar de 6 meses a um ano, principalmente se ela tiver algum mecanismo importado.

Como é a escolha das roupinhas das bonecas e bonecos?
Quando o personagem já tem uma roupa característica, procuramos fazê-la o mais parecida possível, levando em consideração que, como ela tem um tamanho reduzido, algumas simplificações são necessárias. Quando não tem uma roupa pré-determinada, procuramos seguir tendências da moda junto com as características do personagem.

Veja mais fotos das etapas de produção da boneca Mônica Patinadora:

7592056.jpg

O bracinho da boneca no setor de pintura da fábrica. 

7592084.jpg

Nesta foto, a gente consegue ver as cabecinhas da Mônica em várias etapas. Repare que elas estão sem os olhos ainda, que são pintados mais tarde.

7592058_3.jpg

Depois de prontas, as peças saem nessas bandejas para o setor de montagem. 

7592096.jpg 

As bonecas sendo montadas. O corpinho e os patins são importados da China. 

7592102.jpg

Depois de montadas, é hora de receber as roupinhas. Assim que estão vestidas, as bonecas são levadas para as lojas.

 Agora você já sabe como um brinquedo é feito na fábrica. E sabe também que é possível criar um brinquedo com as próprias mãos, como fizeram os irmãos Guilherme e Isabela Esguedelhado, que fizeram suas invenções no ateliê de tecnologia Tempo e Espaço e apareceram na matéria do Estadinho. “Você chega com a ideia e as pessoas do ateliê vão te orientando para fazer o brinquedo”, diz Isabela.

O Guilherme contou também que teve a ideia de fazer um avião que vibrasse, já que é assim que ele imagina que seja um avião voando no espaço. “Para isso eu instalei um motorzinho dentro do avião, que faz ele vibrar”.

 

QUER CONSTRUIR O SEU BRINQUEDO?

Pensando em como criar os próprios brinquedos, a autora do livro A História do Brinquedo, Cristina Von, deu algumas dicas de como fazer isso em casa. Olha só que bacana:

– Jogo Cinco Marias: pegue retalhos de tecido e encha com grãos, caroços como o do pêssego, areia, terra ou pequenas pedrinhas. Costure ou amarre para que eles formem bolinhas ou saquinhos. Faça 5 deles. Enquanto um estiver no ar, tente pegar outro no chão.

Robôs, foguetes, palhaços:  você pode construir com o que encontrar em casa. Procure coisas que não estão mais em uso para isso. Certa vez, o Professor Sassá ensinou a fazer um foguete com embalagem vazia de detergente. Clique aqui para ver.

Boneca de meia: não jogue fora as meias rasgadas. Faça uma bolinha e amarre para fazer a cabeça. Para o cabelo, cole um pouco de lã. E pinte com canetinha os olhos, nariz e boca.

Boneca de milho: você já reparou como o “cabelo” do milho fica ótimo nas bonecas? As folhas verdes podem dar um lindo vestido e até a espiga, depois de devorada, serve como corpinho.

Cobra: tente fazer uma cobra juntando, ou amarrando, aquele papelão que serve de miolo para o papel higiênico.

Marionetes: use retalhos, ou então, uma luva de borracha que rasgou.

Casa de bonecas ou forte apache: use caixinhas de fósforo ou palitos de sorvete.

Se quiser mais algumas dicas, tem mais alguns passo a passos do Professor Sassá para você se inspirar. É só clicar aqui e aqui. Você também pode passear pelo blog do Estadinho e procurar outros brinquedos que o Professor Sassá ensinou. Para isso, clique aqui:

Agora que você já leu tudo isso, é só usar a imaginação e começar a brincadeira. Se você se animar e criar um brinquedo, tire uma foto dele e mande para a gente!