Keka tá na moda

Thais Caramico

13 Junho 2011 | 20h11

helenefrancesca_001.jpg

Helen Pomposelli e sua filha, a Keka.

Por Clarissa Thomé / RIO
Fotos: Marcos D’Paula/AE e Divulgação

Keka vai fazer aniversário e quer uma saia que “balance”. A avó permite que ela entre num quarto em que guarda suas relíquias. E é nesse cômodo, ao lado de um armário que guarda todo tipo de tesouro, que Keka encontra um baú de chapéus que a levam a uma viagem pela moda.

Essa é a história da peça Keka Tá na Moda, baseada no livro da jornalista, consultora e professora de moda Helen Pomposelli, que divide o roteiro com Eduardo Lyra. A ideia de Helen é mostrar que moda não é coisa só de adulto, nem se resume às badalações dos desfiles. Pelo contrário. Pode ser uma aventura, como a que Keka vive: um chapéu a transforma numa típica mocinha da década de 1910. Uma saia hippie a leva ao Festival de Woodstock, em 1969. Encontra com Rumphrey Bogart numa cena do clássico filme Casablanca, dos anos 1940.

Elenco_d.JPG

A atriz Juliana Martins (de vestido rosa) interpreta Keka. E a viagem pelo mundo da moda a obriga a fazer uma maratona de troca de roupas nesse armário que também se transforma em cenário.

E a peça não é “programa de menina”. “Tem viagem à Lua, um toque de mistério do filme Casablanca. Eu quis mexer também com os menino”, diz Helen, roteirista e figurinista da peça.

Keka Tá na Moda estreia em 23 de julho, no palco do Oi Futuro de Ipanema. Em 2012, chega a São Paulo. Mas, enquanto isso, você pode conhecer os croquis feitos por Helen para a peça. E também saber um pouco mais de Keka clicando aqui.

refreshcroquikeks_022.jpg

refreshcroquikeks_026.jpg

refreshcroquikeks_028.jpg

Por último, não esqueça de ver a matéria que o Estadinho fez sobre moda, há duas semanas. Tem histórias e dicas de livros bem legais. É só entrar aqui.