Lorax: Em Busca da Trúfula Perdida

Estadão

29 Março 2012 | 19h03

lorax_1.jpg

Lorax, o guardião das árvores

(Por Natália Mazzoni)

Imagine um mundo sem árvores de verdade. A grama é artificial e todas as flores são de plástico. É assim a realidade de Audrey, uma menina doce que sonha em ter uma árvore natural em seu quintal. Quando ela conta esse desejo para seu melhor amigo, Ted, ele já sabe: é sua chance de conquistar a garota.

É assim que a aventura começa, com Ted correndo em sua bicicleta em busca de Umavez-ildo, um senhor amargo que vive numa cabana muito distante. O único capaz de contar o verdadeiro motivo que fez as árvores de verdade desaparecerem.

Lorax, o bichinho peludo que dá nome ao filme, é o guardião do espírito das trúfulas, que no filme representam o maior tesouro do mundo: as árvores.

Mas, mesmo com um guardião esperto como Lorax, elas desapareceram e uma pequena semente é tudo o que restou. A história é muito legal, porque além de fazer você dar algumas risadas do vilão cômico e patético Aloysio (um empresário que vende ar puro), serve para refletir um pouco sobre como estamos tratando a natureza.

Lorax: Em Busca da Trúfula Perdida é 3D, estreia amanhã (dia 30) e é dos mesmos criadores de Meu Malvado Favorito.