O caso das pessoas desempregadas

Estadão

21 Abril 2012 | 06h48

“As pessoas estão desempregadas  e não têm como pagar as contas de casa. Não têm dinheiro para comprar comida e quem é mãe é mais difícil ainda.

A cidadã Roxane disse que faz um ano que está desempregada. Já Maria disse que sempre teve água, então sempre teve comida.

Muita gente mora em comunidades, favelas e tem também muita gente que mora no paraíso, diz o biólogo Jean Phillipe Boible.

Muita gente tem o sonho de um  dia ter um emprego que goste.

Isso começou  muito bem para a menina Gabriela, que tem um castelo de sonhos, diz. Mas também  fala que começou bem, pois já trabalha. A menina se deu bem dessa vez pois os outros não se deram muito bem.

Essas pessoas, idem a Gabriela, acordaram e foram estudar com os amigos. E ficou com uma bela história. Ela acordou bem na hora de se dar bem, ou seja, ela fez a coisa certa na hora certa.”

 

Vinícius Alvarenga Campos, 10 anos

 

Esta é uma história produzida por um dos alunos da professora Veronice Leal, do 5º ano do Colégio Santa Maria, em São Paulo, que aceitou o desafio do Estadinho de criar uma história usando as palavras da nuvem de tags publicada na edição de 24 de março.