O que fazia seu avô antes de ser avô?

Estadão

27 de março de 2013 | 07h00

frank.jpg

(Por Aryane Cararo)

Quando a gente olha para nossos avós, parece que eles sempre foram assim, velhinhos. E nem sempre parecem muito interessantes. Afinal, o que pode fazer de tão legal ou surpreendente um avô ou uma vovó, além de bolinhos de chuva?Mas não! Eles já foram crianças, adolescentes e jovens, e viveram tantas histórias que nem podemos imaginar. É assim que o livro Vovô Frank É Um Show, do irlandês David Mackintosh, nos pega de surpresa.

Frank é um avô meio rabugento. Gosta só das coisas antigas e está sempre reclamando do barulho, das músicas novas, dos médicos, dos cortes de cabelo e de qualquer sabor de sorvete que não seja de creme. Quando o personagem principal dessa história, um menino, precisa apresentar alguém da família na escola, é claro que ele não pensa no vovô Frank. Mas ninguém ajuda e, então, só sobra o avô. Puxa, os tios, mães e pais dos outros colegas parecem tão mais interessantes! O que falar sobre o vovô Frank? É nesse dilema, e com certa vergonha, que o garoto apresenta seu avô. Ele só não imaginava que o vovô apareceria na escola para contar sua história. E que história! Ele já havia lutado até na guerra!

Um livro muito bem construído para mostrar o quanto podemos estar subestimando a história de nossos próprios familiares. Você já perguntou ao seu avô ou sua avó que aventuras eles têm para contar? Como foi a vida deles? Essa é uma boa oportunidade para começar!

Vovô Frank É Um Show. Autor: David Mackintosh. Caramelo, R$ 39.