O que vem do céu

Estadão

23 de fevereiro de 2013 | 07h00

Capa_blog.jpg

(Por Natália Mazzoni)

Lixo espacial, meteoros, asteroides, satélites, sondas espaciais. O que é isso tudo que está no espaço? O Estadinho desta semana mostra para você que o céu é muito maior do que aquilo que a gente vê.

Página 1

Página 2

Página 3

Página 4

 Livros

Quer descobrir mais coisas sobre o espaço?

omais.jpg

Você sabia…

Que, de mais de 215 mil asteroides identificados, só 15 mil ganharam nome?
Que os asteroides levam de quatro a cinco anos para orbitar o Sol?
Que existem na Terra mais de 170 crateras formadas por asteroides que se chocaram com o nosso planeta?
Que só oito asteroides têm mais de 300 km de diâmetro e todos eles são esféricos?
Que astronautas a bordo da Estação Espacial Internacional vivem a cerca de 390 km da Terra?

Essas curiosidades e muitas (muitas mesmo!) outras estão no livro O Mais Sensacional Guia Intergaláctico do Espaço (Lisa Swerling, Ralph Lazar e Carole Stott, Companhia das Letrinhas, R$ 42).

Imagens_Livros_Normal_LV253504_N.jpg

Planetas, constelações, Sol, Lua, os avanços das estações espaciais, a paisagem lunar, as luas de Júpiter. O livro Espaço… Uma Viagem pelo Universo de Tirar o Fôlego (Carole Stott, Caramelo, R$ 81)  é interessante até no formato, redondinho. A cada página virada, uma viagem ao céu. Tem aglomerado de estrelas, imagens do telescópio Hubble, missões em Marte. Tudo com muita informações e imagens bem legais. Vale a pena a leitura. E a viagem.

Sites

Alguns sites mostram onde estão os satélites, quais objetos celestes podem ser observados no Brasil e até quando vai cair o próximo lixo espacial do céu. Eles não são para crianças, alguns estão em inglês, mas podem garantir algumas horas de diversão com seus pais em frente ao computador. As indicações são do astrônomo Marcos Calil, coordenador científico do planetário Johannes Kleper.

Satview – Site de monitoramento de satélites artificiais, que informa reentradas de satélites artificiais (lixo espacial)

Heavens-Above– É o mais usado para quem quer ver satélites artificiais a olho nu. É possível até encontrar os satélites visíveis no país onde você está.

Momento Astronômico – O astrônomo Marcos Calil atualiza informações mensais dos objetos celestes que podem ser observados no Brasil.