Tem sempre um diferente. Que bom!

Estadão

12 de abril de 2013 | 07h00

diferente.jpg

(Por Aryane Cararo)

Tem alguma coisa que você faça ou que você goste que ninguém mais faz ou gosta?  Sei lá, pode ser plantar bananeira na cozinha ou comer jiló de se lambuzar de gostoso. Pode ser tirar só nota 10 em matemática ou ter uma pinta bem no canto do olho. Talvez até ser um menino que detesta futebol ou uma menina que nunca gostou de brincar de boneca. Você já se sentiu diferente dos outros em alguma coisa?

Pois se você já sentiu e achou isso uma maravilha, nós estamos com você! Se achou que isso era ruim, queremos contar um segredo: ser diferente é o que faz você ser você. Imagine um mundo em que todo mundo fosse igual! Credo!

Pois Blandina Franco e José Carlos Lollo, essa dupla de autores diferentes, fizeram um livro bem diferente. E bem diferente dos diferentes que a gente vê por aí. De um jeito despretensioso, engraçado e curioso, eles criam situações entre os bichos para mostrar como em tudo existem diferenças. Algumas são muito engraçadas. Veja só as de que mais gostamos no livro Tem Sempre um Diferente:

“Todo Morcego sai à noite para caçar. Mas tem um que prefere pedir uma pizza.”

“Todo Pinguim esconde a cabeça na asa para dormir. Mas só um faz isso depois de usar desodorante.”

“Todo Rinoceronte tem chifre de pelos duros. Mas tem um que faz chapinha.”

Agora a brincadeira é com você, invente o que é diferente nos exemplos que a Blandina e o Lollo dão abaixo:

SUA VEZ

Todo Passarinho voa. Mas tem um…

Todo Hipopótamo nasce na água. Mas tem um…

Todo Lhama cospe no chão. Mas tem um…

 

Tem Sempre um Diferente. Autores: Blandina Franco e José Carlos Lollo. Salamandra, R$ 22.

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.