Um cão quase perfeito

Estadão

23 de abril de 2010 | 19h50

 rabisco

Outro dia, um menino desenhou um cachorro. De brincadeirinha, sabe? Mas, como se fosse mágica,  o bicho ganhou vida e saiu do papel. 

A surpresa, porém, deixou o garoto triste: é que Rabisco, o cãozinho, não era valente, nem fofo como ele gostaria que fosse. Rabisco não desanimou. Fiel ao dono, ele saiu pelo mundo em busca de um animal perfeito, que pudesse agradar ao seu dono.

Os detalhes desta história você pode ver  na aventura de Rabisco – Um Cachorro Perfeito, espetáculo que estreia amanhã (dia 24), no Teatro Alfa, com a Cia. Pia Fraus.

Ah, tem mais algumas coisas que você precisa saber:

1) Eles contam tudo sem usar palavras. Só com ações, imagens e músicas.

2) Oito minicâmeras (aquelas de condomínio) filmam uma parte do espetáculo, que passa ao vivo, no telão. 

3) Para se movimentar, Rabisco anda sobre um carrinho de controle remoto camuflado. Mas, por favor, não espalhe o segredo. Ele pode ficar chateado.

Rabisco – Um Cachorro Perfeito
Teatro Alfa. Sala B. R. Bento Branco de Andrade Filho, 722, S. Amaro, São Paulo. (11) 5693-4000. Sábado e domingo, às 16 h. R$ 24. Até 20/6.