Vai dar linha?

Estadão

26 de março de 2013 | 07h00

linhas.jpg

(Por Aryane Cararo)

Era Uma Vez Duas Linhas. Assim começa o livro de Alonso Alvarez, que Marcelo Cipis ilustrou. Esse também é o título da obra. E é o começo para uma viagem sem tirar a caneta do papel. Eram duas linhas que saíram pela porta aberta para conhecer o mundo. Subiam montanhas, desciam vales, pulavam no mar e voavam com as nuvens. Um dia, distraídas, se perderam na cidade. Quando se encontraram, foi uma felicidade só, de embolar qualquer linha! Elas deram um abraço tão apertado que deu até um nó. E quando conseguiram voltar para a posição original, acabaram ficando presas e sumiram do mapa. Se você quiser saber como, terá de ver o livro.

Mas o Estadinho propõe agora outra brincadeira inspirada nessas duas linhas: pegue uma folha de papel em branco e um lápis (pode ser uma caneta). Coloque a ponta do lápis onde você quiser no papel. De agora em diante, você não pode mais tirar a ponta dele do papel. Então, desenhe o que vier à sua cabeça sem tirar o lápis do papel nem uma vez! Vamos ver quantos nós você terá de fazer para isso? Vai ser, no mínimo, divertido!

 

Era Uma Vez Duas Linhas. Texto: Alonso Alvarez. Ilustrações: Marcelo Cipis. Iluminuras, R$ 35.