BNDES já financiou R$ 200mi para hotéis “verdes” rumo a Copa

Guias Oesp

10 de fevereiro de 2011 | 10h56

Go_GreenO Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) criou em janeiro de 2010 o projeto ProCopa Turismo, visando investimentos na área hoteleira para a Copa do mundo de futebol de 2014. Da verba emprestada, até agora quase R$ 200 milhões se destinaram a projetos hoteleiros com melhorias ambientais.

O ProCopa Turismo foi dividido em duas categorias, para eficiência energética e sustentabilidade ambiental. São elas:

  • BNDES ProCopa Turismo Hotel Eficiência Energética: Voltado para hotéis que obtenham certificação de eficiência energética nível “A” dentro do Programa de Eficiência Energética nas Edificações.
  • BNDES ProCopa Turismo Hotel Sustentável: Voltado para empreendimentos que obtenham certificação no Sistema de Gestão da Sustentabilidade para Meios de Hospedagem.

As duas versões do programa serão fiscalizadas e credenciadas pelo Inmetro. E quanto mais pré-requisitos o empreendimento tem, melhores condições de financiamento ele terá.

Já são três empreendimentos que contam com o programa: Reforma do Hotel Glória e construção de duas unidades Íbis (todos no Rio de Janeiro). A soma dos financiamentos chegam a R$ 178,5 milhões. Mas já existem projetos de todas as regiões do país que estão em análise.

A “onda verde” dos nossos hotéis não acaba aí: Uma parceria entre a rede hoteleira IHG e o WWF-Brasil vai fazer com que todos os hotéis da rede contribuam financeiramente com a ONG.

A campanha se chama “Cortesia Solidária” e os hóspedes dos hotéis ainda poderão doar de forma voluntária em urnas que vão ficar nas recepções.

A rede Windsor também levou a preocupação com o meio ambiente para seus projetos e, como resultado, seus dois novos empreendimentos na Barra da Tijuca serão “equipados com sistemas de redução do consumo de água e energia, para beneficiar a preservação do meio ambiente da Barra”, segundo Paulo Marcos Ribeiro, diretor de marketing do grupo.

Lembrando que a Copa do Mundo é em 2014, mas já em 2013 teremos uma “prévia” com a Copa das Confederações. E, claro, as Copas vão, mas os hotéis verdes ficam – e esperamos que se a proposta se espalhe ainda mais.

Fonte: M&M Online

Empresas de Construções Industriais – Guias OESP

Siga-nos em nosso Twitter: @GuiasOESP

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.