Capa – Pintura no capricho

Guias Oesp

23 de fevereiro de 2011 | 08h50

Tintas ganham novas versões e funcionalidades a cada ano e se modernizam para atender ao mercado exigente da decoração

Pintura no Capricho

As tintas imobiliárias são funcionais, ecologicamente corretas e cada vez mais populares. Elas ganham novas versões com uma incrível velocidade. São dezenas de lançamentos a cada ano, uma expansão na participação do mercado brasileiro, reflexo da modernização e do amadurecimento da arquitetura e da decoração no país. Assim como acontece na indústria têxtil, no setor da construção há sempre uma tendência mais forte para um tom ou outro, utilizados como acabamento em imóveis que seguem a última moda.

E já que 2011 começou, vale avisar que os tons do ano novo são o coral e o turquesa, tanto nas passarelas  quanto nas construções, anunciadas durante o Encontro Brasileiro da Cor, realizado e promovido pela Associação Pró-Cor do Brasil no segundo semestre de 2010. “O coral é um laranja  forte, vibrante, avermelhado e vai estar em detalhes de roupas e nas paredes das casas. É uma cor de destaque, que fica bem com cinza, bege ou areia, tons neutros. Também combina com verdes escuros, azul, branco e preto”, diz Paulo Felix M. Conceição, presidente da associação.

Por outro lado, o amarelo está em baixa, consequência do fracasso da seleção brasileira de futebol na Copa do ano passado, que deixou a cor desgastada, remetendo a aspectos negativos. “As  tendências são determinadas de acordo com demandas psicológicas, dinâmica social, acontecimentos históricos e fenômenos naturais. O amarelo vivo voltará com tudo em 2014, já que o país vai sediar importantes eventos esportivos, tornando-se um vitrine para o mundo, independente dos resultados de nossas equipes”, afirma Paulo.

Um estudo global das cores, realizado pela Akzo Nobel, fabricante que detém entre suas marcas a Coral, identificou como tendência o amarelo esverdeado, que resultou em uma nova cor que chega ao mercado com o nome “Toque de Limão”. Esse é o resultado do Colour Futures 2011, um livro de pesquisas mundiais sobre tendências, previsões e desenvolvimento de cores. “Esse é um tom imaginativo, lúdico, otimista, que reflete entusiasmo pela vida”, afirma Paola Vieira, gerente global de Colour Marketing. A cor pode ser usada tanto para conbinações contrastantes quanto harmônicas, com tons neutros frios, violetas profundos, azuis bem definidos e tons pastéis.

Pintura no CaprichoEquivalente ao que representa o “pretinho básico” na moda, assim é o branco na pintura predial. De acordo com Ivan Silva, diretor da categoria pintura da Dicico, os brancos representam 80% das vendas. “Fora os profissionais mais atualizados e gente jovem e moderna, a grande maioria dos consumidores ainda é tradicional, não quer desperdiçar tempo nem dinheiro, e acaba comprando aquilo que conhece, que sabe que dará certo. Há, contudo, uma mudança de comportamento em relação ao custo. Nos últimos dois anos aumentou muito a parcela de clientes que prefere gastar algo em torno de R$ 10 a mais para levar uma tinta de qualidade superior”, afirma.

Veja matéria completa em nossa revista.

Revista Construção – Edição 115 – Guias OESP

Fornecedores de Tintas – Guias OESP

Fornecedores de Tintas Industriais – Guias OESP

Empresas de Texturas – Guias OESP

Siga-nos em nosso Twitter: @GuiasOESP

Tudo o que sabemos sobre:

AcabamentoPinturatintas

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.