Curtas do Dia a Dia

Guias Oesp

19 de outubro de 2011 | 09h34

Ferrovias

Governo vai retomar 1.700 km de estradas de ferro

Cerca de 1.700 quilômetros de ferrovias – praticamente uma Transnordestinapodem voltar para as mãos do governo federal. No início de setembro, as empresas que administram a malha nacional entregaram à Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) os projetos de recuperação de 33 trechos abandonados, que somam 5,5 mil quilômetros de estrada de ferro. Em seis trechos, as companhias não encontraram viabilidade econômica para restauração. Segundo o diretor-geral da ANTT, Bernardo Figueiredo, as propostas ainda serão estudadas. Em caso positivo, a agência poderá fazer novos leilões de concessão das áreas. Entre elas estão dois trechos da antiga Transnordestina, administradas pela Companhia Siderúrgica Nacional (CSN), uma da América Lati na Logística (ALL) e uma da Ferrovia Centro-Atlântica (FCA), controlada da Vale.

Mercado

Volkswagen deve construir nova fábrica no Brasil

O presidente da Volkswagen no Brasil, Thomas Schmall, afi rmou durante o Salão de Frankfurt (Alemanha), em setembro, que a marca está avaliando dobrar uma de suas duas fábricas no País ou construir uma nova unidade em território nacional para atender o crescimento do mercado. Atualmente, a fabricante produz 3.600 carros por dia. O investi mento gira em torno de R$ 1 bilhão, seis estados são cogitados, entre eles o Paraná e Pernambuco, e a fábrica produzirá o sucessor do Gol G4.

Parceria

Ford e Toyota farão sistemas híbridos para caminhões

A Ford Motor Co. e a Toyota Motor Corp. anunciaram em setembro que irão trabalhar juntas pela primeira vez para desenvolver um novo sistema híbrido de eletricidade e gasolina para uso em caminhões leves e
veículos uti litários esporti vos. As duas empresas assinaram um memorando de intenção e um acordo formal deve ser fechado no próximo ano. Ambas já possuem sistemas híbridos que potencializam veículos de passageiros com tração dianteira como o Ford Fusion e o Toyota Prius.

Aço
VBS Produzirá 1 milhão de toneladas de aço em 2012

A Vallourec & Sumitomo Tubos do Brasil (VSB), formada pela união dos grupos francês e japonês, começa a
vender em dezembro a produção da siderúrgica inaugurada no início de setembro em Jeceaba, no Campo
das Vertentes, em Minas Gerais. A estrutura é resultado de um investimento de R$ 5 bilhões e, quando
estiver com plena capacidade operacional, no segundo semestre de 2012, vai produzir, para exportação,
1 milhão de toneladas de tubos de aço sem costura, sendo 600 mil toneladas de material premium.
Segundo o presidente da joint venture, Flávio Roberto Silva de Azevedo, o mercado interno será
atendido apenas pela unidade da Vallourec & Mannesmann em Belo Horizonte, que produz 550 mil toneladas de tubos de aço por ano.

Gostou das matérias? Comente e sugira-nos um tema que teremos prazer em publicá-lo!