Fabricantes de alimentos entram na onda do "baixo sódio"

Guias Oesp

25 de maio de 2010 | 16h09

Primeiro vieram os diet e light. Depois, chegaram os orgânicos e mais tarde os produtos livres de gordura trans. Agora, uma nova onda atinge o setor de alimentos:

Os produtos com menor nível de sódio. Não é para menos: uma pequisa feito pelo Ministerio da Saúde, divulgada em abril, mostrou que a proporção de brasileiros com hipertensão arterial, cresceu 13,5% de 2006 para 2009.

“Com os índices de obesidade e de doenças cardiovasculares crescendo, os consumidores começam a se preocupar mais com a qualidade da alimentação e essa pressão chega às indústrias” diz Debora Peixoto, gerente do Instituto Minha Escolha, entidade global de representates da indústria de alimemtos.

Essa tendência deve crescer ainda mais, pois a preocupação com os níveis de sódio vêm de consumidores não só das classes mais altas , mas das classes C e D.

Fonte: valor econômico

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.