Feira – Público variado

Guias Oesp

26 de abril de 2011 | 11h23

Compradores de empresas de locação, empreitada e construção fecharam R$ 55 milhões em negócios

Feira de Produtos e Serviços para Obras de InfraestruturaRepresentantes do setor de compras de construtoras, empreiteiras e incorporadoras; de empresas públicas e privadas; governos; instituições financeiras; investidores; organizadores de eventos esportivos; concessionárias de rodovias, ferrovias e aeroportos; hidrelétricas e usinas; portos e terminais de cargas e redes hoteleiras estiveram reunidos na primeira edição da Feira de Produtos e Serviços para Obras de Infraestrutura 2010 – que aconteceu em novembro do ano passado no Rio de Janeiro.

Foram negociados R$ 55 milhões e credenciados mais de seis mil compradores. As máquinas pesadas foram os produtos que mais despertaram a atenção dos visitantes, que aproveitaram a participação de fabricantes e revendedores para comprar equipamentos de grande porte como empilhadeiras, motoniveladoras e guindastes. “A movimentação financeira informada por alguns expositores demonstra o potencial desse setor, que tem muito a contribuir com as futuras obras a serem implementadas em todo o País. Dada a importância dessa mostra, vamos levar algo semelhante para outras capitais do País este ano”, acrescenta Juann Pablo De Vera, presidente da Reed Exhibitions Alcantara Machado, realizadora do evento. “Definimos que a Rioinfra fará parte do calendário da cidade do Rio de Janeiro, pois mais de 50% dos expositores se inscreveram para participar da próxima edição”, explica Arthur Repsold, presidente da Fagga/GL Events Brasil, outra Realizadora do evento.

Na área externa do pavilhão, os expositores puderam apresentar máquinas e equipamentos de grande porte, entre elas, guindastes, bombas de concreto e geradores. A empresa Madal levou um guindaste de R% 800 mil, com 36 metros de altura, capacidade de até uma tonelada e movido por controle remoto. A chinesa Sany comercializou dois guindastes, duas escavadeiras e um rolo compactador de 12T que geraram R$ 2,7 milhões em negócios. A Sotreq vendeu cerca de 57 máquinas, entre miniempilhadeiras e retroescavadeiras, totalizando R$ 12 milhões. A Bauko/Komatsu comercializou R$ 3 milhões com a venda de três escavadeiras, quatro tratores de esteira e duas pás carregadeira. A Rio Máquinas, distribuidora exclusiva das marcas Hyundai, XCMG, Shantui e Zoomlion para o mercado nacional, vendeu cinco equipamentos de grande porte, totalizando R$ 2 milhões em negócios.

Veja matéria completa em nossa revista.

Revista Metal Mecânica e Eletroeletrônica – Edição 98 – Guias OESP

Empresas de Máquinas e Equipamentos – Guias OESP

Siga-nos em nosso Twitter: @GuiasOESP