Pavimentação Ecológica. Tem que entender do assunto!

Guias Oesp

03 Abril 2012 | 15h11

Pelas rodovias e estradas do Brasil circulam 17,9 milhões de automóveis, 3.087 milhões de comerciais leves, 1,17 milhão de caminhões e cerca de 260 mil ônibus. Mais de 60% do transporte de cargas é realizado através das rodovias nacionais.

Aproximadamente 172.897 quilômetros são de vias pavimentadas. Destes, 57.211 km são de estradas federais (33%), 94.753 km são de estradas estaduais (55%) e 20.914 km são de estradas municipais (12%). Oitenta por cento dos pavimentos têm mais de dez anos.

Portanto, observando-se os dados acima, fica evidente a importância do segmento de pavimentação para o país e neste post vamos abordar o PEC – Pavimento Ecologicamente Correto, que garante mais qualidade em obras com redução de impacto ambiental.

PEC – Pavimento Ecologicamente Correto

Desenvolvido para possibilitar a pavimentação em áreas de proteção ambiental permanente e áreas de proteção de mananciais, tal técnica tem a peculiaridade de interferir o mínimo possível nas condições locais, na flora e na fauna, contribuindo para manter o equilíbrio ecológico da região e a biodiversidade.

O PEC utiliza materiais reciclados em todas as camadas do pavimento, preservando o aterro sanitário, dando nova vida para as nascentes através da recarga do lençol freático, impedindo assim, erosão lateral das estradas e carreamento de materiais finos para os córregos, evitando o assoreamento e as enchentes.

Benefícios

– Redução de aquaplanagem, fenômeno que faz com os pneus percam contato com a pista ao passar sobre poças de água ou lama, isso em geral acontece devido à impossibilidade de fazer a drenagem pelos sulcos;

– Redução das distâncias de frenagem sob chuva;

– Aumento da distância de visibilidade e diminuição de projeto da cortina de água (spray);

– Redução dos níveis de ruído;

– Aumento da permeabilidade da via, proporcionando que as águas pluviais penetrem no solo realimentando o lençol freático.

O meio ambiente agradece

Camada porosa com asfalto borracha: utiliza cerca de 8.000 pneus por km, deixando de enviá-los para o aterro sanitário e minimizando os problemas de saúde, como dengue e outras doenças; retenção inicial da água da chuva, como se fosse uma esponja; escoamento lateral com lançamento no dreno longitudinal.

Os benefícios são muitos e existe uma empresa promissora que se tornou referência na prestação desse serviço, é a SOLEIL Consultoria, Projetos e Obras Ltda.

Existente desde maio de 1998, a SOLEIL, uma empresa nacional, presta consultoria em diversas áreas da engenharia.

Sua história é construída a cada dia, a cada trabalho e, executada com parcerias positivas, buscando a solidez no mercado que a abrange.

A responsabilidade, a ética e a transparência na execução dos projetos, são os fundamentos que sustentam a sua permanência no mercado.

Áreas de atuação

Sondagens, a trado e percussão, estudos geotécnicos, ensaios de laboratório, projetos, terraplenagem, drenagem, água e esgoto, paisagismo, loteamentos e condomínios, estudo de viabilidade, projeto básico e executivo, plano de manutenção urbana, software de auxílio aos prefeitos para controle na manutenção urbana dos municípios, zona azul, implantação e operação.

É uma empresa diferente

Competência diferenciada em encontrar soluções economicamente viáveis, criatividade, pensar diferente e gerar ideias inovadoras, com o emprego de novas tecnologias, incluindo um laboratório próprio de solos, concreto e asfalto, para desenvolvimento de projetos e controle de qualidade.

É um grande prazer ter a SOLEIL na nossa carteira de clientes!

Abaixo, assistam vídeo de um teste de pavimentação ecologicamente correta:

Maiores informações sobre a SOLEIL, acesse aqui o site da empresa ou joãoalberto@soleilengenharia.com.br ou fone (11) 2099-6999.

Fonte: Site SOLEIL / Brasil Azul