Palmeiras pede troca de árbitro em clássico

A diretoria do Palmeiras está revoltada com a indicação do árbitro Paulo César de Oliveira para apitar o clássico contra o Corinthians, domingo, no Pacaembu. O JT antecipou na edição desta quarta-feira que ele seria o responsável por apitar a partida

Redação Esportes

27 de abril de 2011 | 19h36

A diretoria do Palmeiras está revoltada com a indicação do árbitro Paulo César de Oliveira para apitar o clássico contra o Corinthians, domingo, no Pacaembu. O JT antecipou na edição desta quarta-feira, antes do sorteio, quem seria o responsável por apitar a partida. O vice-presidente do Verdão, Roberto Frizzo, sugeriu para a Federação Paulista que fosse trocado o árbitro.

LEIA TAMBÉM

Federação confirma Paulo César no clássico

Paulo César de Oliveira vai apitar Palmeiras e Corinthians

“Não acreditamos em má fé, mas em uma hora como essa eu acredito que deveria imperar o bom senso e a federação deveria rever esta escalação. Não precisamos expor o campeonato deste jeito. É importante manter a lisura da competição”, disse o dirigente palmeirense.

Segundo a edição de hoje (27) do Jornal da Tarde, “a escolha do juiz atende a uma indicação do Corinthians, aceita sem nenhuma restrição por parte do Palmeiras”. O acordo entre os dois clubes, com o aval da Federação Paulista, foi fechado na reunião de segunda-feira quando se definiram os locais e horários das semifinais do Paulistão, segundo fontes do JT.

Ainda de acordo com a reportagem, dirigentes corintianos alegaram que o árbitro Paulo Cesar de Oliveira tem “pulso firme, autoridade e é o mais apto” para dirigir o clássico. E ainda: seria um bom nome, que impõe respeito e está acima de qualquer suspeita. Os dirigentes palmeirenses teriam acatado prontamente a indicação dos cartolas adversários. Hoje, a versão do time foi diferente.

A Federação Paulista divulgou o sorteio ao vivo, através de um vídeo em seu site oficial e postou uma nota no site.

 “Agir com transparência é uma das diretrizes da Federação Paulista de Futebol. E isto também se aplica com relação ao sorteio da arbitragem paulista que, além de ser aberto ao público, desde o início deste Campeonato Paulista também vem sendo transmitindo ao vivo no site da entidade. Isto demonstra a preocupação da FPF em dar total transparência  a escolha do trio de arbitragem que irá trabalhar em cada partida, sem que haja interferência de qualquer parte envolvida. Qualquer afirmação ao contrário é leviana e de má fé”, divulgou a entidade.

Tudo o que sabemos sobre:

Campeonato PaulistaCorinthiansPalmeiras

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.