Cresce o faturamento das micro e pequenas

Presquisa do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de São Paulo mostra que os ganhos das MPEs do Estado de São Paulo tiveram alta de 14,7% em abril. Em relação a março de 2010, o faturamento subiu 1,2%

Redação

17 de junho de 2010 | 18h04

Fabrício de Castro

O faturamento das micro e pequenas empresas (MPEs) do Estado de São Paulo cresceu 14,7% em abril, na comparação com o mesmo mês de 2009. Este é o sétimo mês seguido de alta nesta base de comparação, informou hoje o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de São Paulo (Sebrae-SP). Em relação a março de 2010, o faturamento subiu 1,2%. De acordo com o Sebrae-SP, este foi o maior aumento porcentual do faturamento, em base anual, para abril desde o início da série, em 1998.

Isso indica a recuperação das micro e pequenas empresas em relação ao início do ano passado, quando os efeitos da crise financeira mundial prejudicaram os negócios. O setor industrial foi o destaque em abril e registrou aumento de 27,1% no faturamento, na comparação com o mesmo mês de 2009.

O comércio teve alta de 12,3%, enquanto o setor de serviços apresentou avanço de 11,1%. “O aumento do faturamento das micro e pequenas empresas também é uma boa notícia para a sociedade. Quando as micro e pequenas empresas vendem mais, elas podem contratar mais”, afirmou o diretor superintendente do Sebrae-SP, Ricardo Tortorella.

Previsão para os próximos meses

Em relação aos próximos seis meses, 36% dos micro e pequenos empresários esperam um aumento do faturamento, enquanto 37% disseram esperar que a receita permaneça a mesma. A pesquisa do Sebrae-SP, realizada mensalmente, monitora o desempenho de 2,7 mil micro e pequenas empresas no Estado de São Paulo.