Idoso deve se preparar financeiramente

É possível aproveitar bem a vida depois dos 50 ou 60 anos. Mas para que a aposentadoria seja uma fase segura, do ponto de vista financeiro, é preciso se preparar. E o o quanto antes. Não é possível manter o mesmo padrão com a aposentadoria paga pelo governo

Redação

28 de agosto de 2011 | 06h05

SUZANE G. FRUTUOSO

É possível aproveitar bem a vida depois dos 50 ou 60 anos. Mas para que a aposentadoria seja uma fase segura, do ponto de vista financeiro, é preciso se preparar. Em geral, planeje dispor de uma renda equivalente a 70% da atual. “O esperado é que nesse momento os filhos já estejam encaminhados e a casa própria quitada. Os gastos diminuem”, diz o especialista em marketing e planejamento estratégico Marcos Morita, professor da Universidade Presbiteriana Mackenzie.

Esse cálculo, porém, deve ser feito o quanto antes. Não é possível manter o mesmo padrão com a aposentadoria paga pelo governo. “Criar outras fontes de renda e começar a construção desse patrimônio cedo, com disciplina, é fundamental”, diz Morita. E cedo significa na casa dos 20 anos. Quanto mais se aproxima a idade, mais difícil é guardar. Ele sugere investir em planos de previdência privada, oferecidos pelos bancos, e em imóveis para alugar no futuro. As aplicações de longo prazo são excelentes opções.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.