Jornal da Tarde: a morte de Juscelino Kubitschek numa curva da Via Dutra

Jornal da Tarde: a morte de Juscelino Kubitschek numa curva da Via Dutra

Edmundo Leite

20 de agosto de 2021 | 14h59

A morte do ex-presidente Juscelino Kubitschek e de seu motorista Geraldo Ribeiro num acidente automobilístico na Via Dutra chocou e comoveu o Brasil no domingo de 22 de agosto de 1976.

No dia seguinte, a foto do Opala destroçado no choque com um caminhão estampou a capa do Jornal da Tarde sob a manchete “Juscelino Kubitschek morre em desastre”.

Afastado da política pela ditadura militar desde que seus direitos foram cassados pelo AI-5, Juscelino, que era mineiro, foi enterrado em Brasília, a cidade que criou, acompanhado por uma multidão.

>> As angustias de JK no exílio em cartas a poeta

Veja também: Acervo Estadão | acesse todas edições desde 1875

Tudo o que sabemos sobre:

Juscelino Kubitschek

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.