Jornal da Tarde: Petrópolis devastada pela chuva em 1988

Jornal da Tarde: Petrópolis devastada pela chuva em 1988

Edmundo Leite

18 de fevereiro de 2022 | 08h20

O histórico problema das chuvas em Petrópolis causou uma das maiores calamidades da cidade em 1988. Em 8 de fevereiro daquele ano, o Jornal da Tarde destacava na manchete que os mortos pelas tempestades já eram 200 e que a cidade parecia estar desabando:

“A situação é de calamidade em Petrópolis: as encostam deslizam, as casas deslizam – a impressão que se tem é a de que a cidade está desabando. Chove há três dias, e há uma semana em quase toda a Baixada Fluminense. O drama é grande: há o registro de 200 mortos, mas esse número deve crescer bastante. Os feridos são 500. Os desabrigados, 2.500.”

As consequências dos deslizamentos na cidade serrana do Rio de Janeiro são noticiadas há mais de um século, como em 1909, quando relatos semelhantes aos atuais já apareciam nas páginas de jornal.

Veja também:

>> A tragédia das chuvas no Rio em 1967

Estadão | acesse todas edições desde 1875

Tudo o que sabemos sobre:

Petrópolis [RJ]chuva temporal tempestade

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.