Jornal da Tarde: protestos dos caras pintadas e medalhistas do vôlei

Jornal da Tarde: protestos dos caras pintadas e medalhistas do vôlei

Edmundo Leite

01 de outubro de 2021 | 16h30

Estudantes pediam impeachment de Collor e multidão recepcionou campeões olímpicos em 1992

Um protesto e uma comemoração pararam o trânsito de São Paulo em 11 de agosto de 1992 e foram a manchete do Jornal da Tarde no dia seguinte. O protesto era dos estudantes que ficariam conhecidos como caras pintadas contra o presidente Fernando Collor, que teria seu impeachment decretado ainda naquele ano. A festa era a recepção para a seleção masculina de vôlei que conquistou a medalha de ouro na Olimpíada de Barcelona alguns dias antes.

O retrato de uma moça com a palavra “chega” pintada em vermelho no rosto ocupou a maior parte da capa, sob o título “Manifestações param a cidade”. Os campeões foram mostrados numa fotinha que destacava o carro de bombeiros em que desfilaram em meio à multidão. O teste do Omega Chevrolet pelo Jornal do Carro e a denúncia de que um assessor da ministra Zélia Cardoso de Mello recebeu recursos de PC Farias foram os outros destaques da capa.

Acervo Estadão | acesse todas edições desde 1875

Tudo o que sabemos sobre:

vôleiimpeachmentFernando Collor

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.