O golpe das zelites…do PT

carloseduardogoncalves

15 Março 2016 | 16h21

Em poucas horas, talvez minutos mesmo, Dilma Roussef deve anunciar Luis Inácio como Super-Ministro, na vã tentativa de salvar a própria pele. Dado o que agora sabemos — via Delcídio Abandonado — sobre as andanças e estripulias de Mercadante, é improvável que a chapa da presidenta não termine sendo impugnada pela Justiça. Mas quem se afoga sempre se debate antes de ir ao fundo — é da natureza humana, não uma particularidade da quadrilha lulopetista alojada no poder.

A pura verdade é que a elite do PT tenta dar um golpe — santa ironia, Batman ! — na sociedade brasileira. Como se sabe, Lula não pode ser preso por Sérgio se virar ministro antes. Daí todo o açodamento em oferecer-lhe uma boquinha oficial. Mas por que Dilma toparia essa humilhação ridícula (mais uma…)? Porque crê que assim aumenta sua chance de não ser ejetada de Brasília ainda nesse ano de 2016 do Nosso Senhor.

Porém há algo ainda mais sinistro nessa história toda: Dilma é pequenina demais perto do Messias-Salvador-Novo Getúlio-DaSilva; é um tantinho assim de nada. O que significa que Inácio seria o presidente de facto, ainda que a presidentA seguisse de jure no “comando”. Descortina-se portanto a nossa frente (se tudo isso acontecer, claro) o sonhado terceiro mandato do Pai dos Cegos Pobres.

Essa tentativa de golpe das zelites petistas apequena o país, assemelha Inácio e Roussef a Chavez, nos coloca de volta no rol das republiquetas de banana (nanica) latinoamericanas. É triste de ver.

Creio, contudo, os donos do poder vão se estrepar. Não há mais salvação para o lulopetismo — 13 de março mostrou que as pessoas não gostam de passar por trouxas e novas evidências pipocam a cada instante (viva a delação premiada!!). A bola de neve parece ter tomado seu rumo irreversível. E vai esmagar a canalha.

“VIVA O POVO BRASILEIRO”! Ubaldo, que saudades das suas crônicas !