Viagem

carloseduardogoncalves

17 Maio 2015 | 21h06

Uma viagem longa. Um outro lugar e, sobretudo, uma outra língua.

O português escasso, falado apenas, em casa, sem acesso a jornais, com os poucos livros que cabem numa mala só, cheia de outras coisas mais.

Dissolvimento da capacidade de escrever; estranheza dos olhos.

No começo, a mudança imobiliza quem escreve.

Mas logo os tão diversos panoramas, as pessoas tão diferentes, as novas experiências podem gerar terreno fértil.

E se não gerarem, um dia se volta. E aí, quero crer, será como andar de bicicleta.