As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Carnaval de gramofone

Cley Scholz

19 de fevereiro de 2011 | 22h51

gramo

“Melhor divertimento para festas carnavalescas. Proporcionamos nossos gramophones aperfeiçoados e ao alcance de todos devido o seu baixo preço. Os nossos gramophones substituem vantajosamente as orquestras nos bailes particulares e botequins. Cuidado com as imitações baratas e sem valor dos nossos aparelhos. Os discos vendem-se separadamente. O frete por estrada de ferro é por conta do comprador e varia conforme o destino. Agulhas por milheiro ou caixa de 200. Casa Edison, Gustavo Figner. Rua São Bento, 26 e Quinze de Novembro, 27 – São Paulo”.

17 de janeiro de 1909.

Outros reclames de aparelhos de som AQUI.

Siga-nos no Twitter!

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.