Enceradeira, direito adquirido
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Enceradeira, direito adquirido

Cley Scholz

04 de março de 2015 | 15h47

Anúncio de enceradeira em 1947 no Estadão

Anúncio de enceradeira em 1947 no Estadão

“A esposa, escolhida entre todas as moças do seu conhecimento, companheira dos bons como dos maus dias, organizadora e zeladora do lar, portanto, da felicidade da família, merece todas as provas de atenção, de solicitude e de carinho que se possa imaginar. Ela tem direitos adquiridos. Merece os grandes e os pequenos sacrifícios. Entre esses últimos, os meios que lhe facilitem os trabalhos da casa. E o mais indicado desses meios – toda dona de casa sabe – é a enceradeira elétrica Epel.

18 de maio de 1947.  Confira a edição no Acervo Estadão.

Veja outros anúncios que hoje seriam totalmente incorretos aqui.

Reclames do Estadão: A história do anúncio impresso 

Instagram Twitter Facebook  Pinterest 


Mais conteúdo sobre:

1947 amorMulher