As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

O fantasma dos preços

Cley Scholz

21 de maio de 2013 | 19h42

fantasma

Na edição de 28 de junho de 1969, a Mesbla publicou um inusitado ‘Esclarecimento à praça’. O anúncio convidava os clientes a ajudarem a loja a localizar o fantasma que aparecia a noite, sob um lençol, com um lápis na mão para remarcar os preços para baixo.

“A Mesbla perdeu a batalha contra o fantasma. Depois de vigiar 24 horas por dia todas as seções do edifício da Rua 24 de Maio, tentando descobrí-lo, chegou à conclusão de que é melhor parar. O fantasma foi mais forte que a Mesbla. Todas as etiquetas, de todos os artigos, foram rasgadas e os preços foram remarcados por ele: não sobrou nada, do térreo ao último andar. Como a Mesbla não tem jeito de consertar os estragos que ele fez, resolveu deixar como está.  A partir de segunda-feira você está convidado para essa liquidação forçada que a Mesbla vai promover”.

Confira a edição no Acervo Estadão.

Mais reclames financeiros AQUI. 

 

Reclames do Estadão: A história do anúncio impresso

Instagram Twitter Facebook  Pinterest  Tumblr

 

 

 

 

Tudo o que sabemos sobre:

1969fantasmainflaçãomesbla

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.