Regras do Corso na Paulista
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Regras do Corso na Paulista

Confira as regras estabelecidas pela polícia para o desfile de foliões motorizados na Avenida Paulista no carnaval de 1923

Cley Scholz

17 Fevereiro 2015 | 14h42

Regras do corso na Paulista no carnaval de 1923

Regras do corso na Paulista no carnaval de 1923

As regras oficiais do corso do Carnaval de 1923 mostram o contraste da folia da época com a dos dias atuais. Duas coisas muito comuns hoje em dia eram vetadas: veículos com propaganda e vendedores ambulantes.
Confira algumas das normas publicadas pelo delegado de polícia na edição do dia  9 de fevereiro de 1923.:
“- Nenhum veículo poderá parar durante o corso, devendo todos observar uma marcha regular, isto é, a de um homem a passo ordinário.
– No caso de força maior ou de desarranjo de um veículo, deverá o mesmo ser imediatamente retirado do corso.
– Não será permitida a entrada de veículos de ‘reclames’, bem como os de tração animal, bicicleta, motocicleta, etc.
-Não será permitido o comércio de serpentinas, confete e outros artigos carnavalescos por vendedores ambulantes”.
O delegado informava ainda que o trajeto do corso poderia ser estendido caso a lotação estimada de 3.500 veículos fosse ultrapassada.
Outros reclames de Carnaval AQUI

Mais conteúdo sobre:

1923carnaval