Sexta-feira, 13
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Sexta-feira, 13

Cley Scholz

12 de março de 2015 | 22h59

Zé do Caixão no cinema em 1965

Zé do Caixão no cinema em 1965

“A meia-noite levarei sua alma.Você terá nervos para assistir até o fim este filme de horror?”

29 de novembro de 1964. Confira a edição no Acervo Estadão.

Abaixo, a fantástica definição do significado da vida e da morte por José Mojica Marins, o Zé do Caixão, no início do filme:

Outros reclames de cinema AQUI.

Reclames do Estadão: A história do anúncio impresso 

Instagram Twitter Facebook  Pinterest 

 

Mais conteúdo sobre:

1964zé do caixão