coluna

Dan Kawa: Separar o ruído do sinal é a única forma de investir corretamente daqui para a frente

As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Tudo é passageiro

Cley Scholz

25 de maio de 2010 | 14h37

1945.02.17 bonde cidade transporte2

Passageiros lutam para entrar no bonde em 1945. A legenda da foto diz: “Flagrante que se tornou familiar à nossa população: a luta pelo transporte nos bondes, à hora do almoço ou de entrada no serviço”

A reportagem de 17 de fevereiro de 1945 chamava a atenção para o crescimento de 60% no volume de passageiros nos cinco anos da Segunda Guerra Mundial. O número de passageiros transportados chegou a 658,3 mil em 1944.

Passados 65 anos, a situação piorou bastante. O Metrô, com pouco mais de 60 quilômetros de extensão em quatro linhas, transporta mais de 850 milhões de passageiros por ano. Os vagões continuam lotados.

Outros reclames de bonde aqui.

Siga-nos no Twitter!


Tudo o que sabemos sobre:

1945Bondepassageirostransporte

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: