Qual é o melhor aplicativo ou ferramenta online dos anos 00?

Estadão

09 de dezembro de 2009 | 18h21

SMS, RSS, MSN. Essas siglas, que pareciam nonsense no início da década, hoje são indispensáveis. Ferramentas usadas todos os dias por milhares de pessoas, que, muitas vezes, preferem mandar um texto digitado no tecladinho do celular a telefonar. Ou preferem ler suas notícias via RSS, condensadas apenas em um lugar, a visitar os sites em que elas foram publicadas. Ou que nunca mais abriram um guia de ruas para traçar um caminho depois que começaram a usar o Google Maps.

Mas, afinal, qual foi a ferramenta mais marcante dessa década?

É verdade que o MSN já existia antes do ano 2000. Mas os programas de mensagens instantâneas ficaram tão em alta nesta década que pipocaram por aí. Como o Gtalk, preferido de quem fica o dia pendurado no Gmail, e o Skype, que é muito mais do que um simples comunicador instantâneo, uma vez que, instalado no celular, permite discar para números de telefone usando VoIP. E na categoria comunicação rápida, não dá para deixar de lado os torpedos, SMS, mensagens de celular.

E entre os leitores de RSS, você fica com Google Reader ou com o Netvibes?

Isso, é claro, se o seu critério de escolha for a praticidade. Porque aplicativos sem lá muita utilidade também são muito, mas muito, populares. É só entrar no Facebook para acompanhar de perto as mil safras do Farmville, joguinho que simula a gestão de uma fazenda e está virando vício no Brasil. Ou visitar o Orkut, que só começou a disponibilizar em 2008, para cutucar os seus amigos via BuddyPoke.
Os usuários do Orkut também adotaram o Músicas no Perfil (que, como o nome diz, exibe as canções preferidas do usuário na home do perfil dele), a Caixa da Verdade (que permite que qualquer um envie mensagens anônimas) e os futebolísticos, como Meu Time do Coração e Joga Craque.

Falando em Google, o Gmail mudou tudo em 2004, quando surgiu. Primeiro, por ser gratuito e oferecer mais espaço que a maioria dos clientes pagos na época – espantosos 1 GB de armazenamento, contra 6 MB do Yahoo!Mail e 2 MB do MSN Mail. Ele foi o primeiro grande lançamento em serviços de internet do Google na década, mas a implantação do GTalk, cliente de mensagens instantâneas integrado ao serviço de e-mail, também fez muita gente aposentar o MSN. Hoje, ninguém mais vive sem o Google Maps para consultar um caminho difícil antes de sair de casa, o Google Reader é um dos principais leitores de feeds da web e o Google Docs está gradativamente sendo a opção mais leve na substituição de softwares de escritório proprietários.

Agora, se você já faz parte do grupo de pessoas com smartphone, certamente vai querer votar em um aplicativo instalado no seu aparelho. Os programas criados para facilitar a vida de quem tem celular

Como o Midomi, aplicativo “escuta” e identifica músicas que estão sendo tocadas no ambiente. Também reconhece quando você não sabe a letra e canta “lá..lá.. lá.. lá”; ou o TOMTOM, programa de navegação GPS para iPhone. Sem falar, é claro, da Google Mobile App, pacote de aplicativo do Google para celular, como buscas, Gmail, Google Maps, YouTube, Voice, Latitude e Sync.

Qual deles é o mais marcante? Ou tem algum que não está aqui e que você acha que é mais importante ainda? Deixe seu voto, sua sugestão ou dica aqui na caixa de comentários.